METÁFORA RELACIONAL – UMA EXPERIÊNCIA DE INCLUSÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS ATRAVÉS DO OUVIR, CRIAR E NARRAR HISTÓRIAS

  • Gustavo Queiroz Guimarães Fundação de Atendimento Especializado de Nova Lima
Palavras-chave: Psicodrama. Espontaneidade. Grupo com necessidades especiais. Narração de histórias. Metáfora relacional.

Resumo

Neste artigo, o autor compartilha sua experiência de nove anos junto a um grupo de pessoas com necessidades especiais, usando o teatro e a narração de histórias como ferramentas para a sua inclusão social. Esse trabalho contempla aspectos terapêuticos, educacionais e artísticos do desenvolvimento humano. Cria, também, um novo termo e conceito - a “metáfora relacional". Apresenta suas peculiaridades e suas implicações, como uma contribuição para a teoria do Psicodrama.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Queiroz Guimarães, Fundação de Atendimento Especializado de Nova Lima
Gustavo Queiroz Guimarães (Gustavo Gaivota) é psicólogo, graduado na UFMG, psicodramatista, professor do IMPSI, Instituto Mineiro de Psicodrama e de cursos de capacitação de professores. Contador de história premiado e escritor, estudou a utilização das histórias na reabilitação psicológica. Desenvolveu a interação Histórias em Movimento que é um método de transformação e construção de relações através do ouvir, criar e contar histórias. Atuou como arte-educador em diversos grupos de crianças, adolescentes, jovens e educadores, em contextos de educação especial, saúde mental e exclusão social. Roteirista e diretor, assina o documentário Laços, Histórias em Movimento, bem como diversas peças teatrais. É coordenador do projeto Histórias em Movimento da Fundação de Assistência Especializada de Nova Lima-MG (FAENOL). Tem um ensaio científico premiado, publicado na Revista Brasileira de Psicodrama.
Publicado
14-09-2016
Seção
ARTIGOS/ARTICLES