TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO NA PERSPECTIVA DO ENSINO ESTRUTURADO

  • Patrícia Batista Leitão Centro Especializado em Reabilitação da APAE Pará de Minas
Palavras-chave: Autismo. Ensino Estruturado. Educação

Resumo

O autismo é descrito como uma alteração grave do desenvolvimento e seus sintomas são tipicamente percebidos entre os 18 e os 36 meses de idade, possivelmente como resultado de alteração neurológica que afeta o funcionamento do cérebro. Na literatura científica, atribui-se o adjetivo 'invasivo' ao quadro, como referência ao intenso e desconcertante impacto que sofrem áreas importantes do desenvolvimento, como as áreas da interação social recíproca e das habilidades de comunicação, bem como a capacidade de criar, de imaginar, de flexibilizar, cuja principal implicação está na presença de comportamentos repetitivos e de interesse por atividades estereotipadas. Este transtorno do desenvolvimento, complexo e abrangente, ocasiona na criança características de aprendizagem singulares, que demandam necessidades educacionais especiais. O presente artigo ressalta a importância do ensino estruturado, na perspectiva do Programa TEACCH, na educação das crianças com TEA, na experiência da APAE de Pará de Minas. Foram levantados aspectos referentes à dificuldade na aprendizagem dessas crianças no ensino tradicional da escola comum, a necessidade de adequações curriculares e a relevância das intervenções nas crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) até os cinco anos de idade. Os resultados positivos e as implicações desta experiência com os alunos com TEA, na APAE de Pará de Minas, demonstraram a necessidade de implementação do ensino estruturado desde a mais tenra idade, possibilitando oferecer uma educação baseada no estilo de aprendizagem dessas crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Batista Leitão, Centro Especializado em Reabilitação da APAE Pará de Minas
Psicóloga, psicopedagoga, pós-graduada em Educação na Perspectiva do Ensino Estruturado para Autistas pela FEAPAES, em parceria com o Grupo Educacional OPET e Infoco, coordenadora da reabilitação intelectual e autismo do Centro Especializado em Reabilitação da APAE de Pará de Minas.
Publicado
14-09-2016
Seção
ARTIGOS/ARTICLES