Políticas de Avaliação no ensino superior: Uma análise dos componentes específicos para o curso de pedagogia no ENADE 2011

  • Mariana Veríssimo
  • Sérgio de Freitas Oliveira PUC Minas
  • Vera Lúcia Lins Sant’Anna
Palavras-chave: Política de avalição, Pedagogia, Enade, matriz de referência.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar o estudo de uma Matriz de Referência da Prova de Componente Específico do ENADE para o curso de Pedagogia, de acordo com sua respectiva portaria. Essa matriz foi elaborada a partir de aspectos do perfil profissional e recursos (competências e Habilidades específicas), de acordo com a Portaria INEP nº 221, de 26 de julho de 2011, para o curso de Pedagogia. Ela tomou como base a dissertação de mestrado de COSTA (2013) que a concebeu e desenvolveu para o curso de física a partir das portarias do Inep de 2005, 2008 e 2011. Ele considera que essa Matriz de Referência- MR possibilita a localização dos itens de prova dos respectivos Exames (2005, 2008 e 2011). COSTA afirma que “o ENADE não tem uma matriz de referência pública, e nessa perspectiva propomos um modelo de MR para o ENADE.” (2013,p. 51-52). O texto tem como finalidade, ainda fornecer subsídios para que estudantes do curso de Pedagogia busquem aperfeiçoar a capacidade de análise das questões educacionais e exercitar, continuamente, a articulação de temas pertinentes à sua formação específica com toda possibilidade de problematização. A formação pela avaliação não pode ser compreendida como uma "feira de ferramentas" praticável "à la carte". A avaliação mesma deve ser entendida como um processo de co-construção e de co-auto-avaliação. Percebe-se que essa prova pretende aferir as mudanças nos processos ensino aprendizagem, enfatizando a necessidade de se promover o estudante e sujeito social capaz de construir conhecimentos em situações concretas e abstratas propostas em seu quotidiano. Além disso, objetiva desempenhar um papel central no delineamento dos exames e na possibilidade de melhorar a qualidade da educação proporcionada à sociedade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Veríssimo
Doutora em Ergologia pela Universidade de Provence-França e Professora do Mestrado em Ensino de 
Ciências e Matemática
Sérgio de Freitas Oliveira, PUC Minas
Possui graduação em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1988) e graduação em Letras - Português e Latim pela Universidade Federal de Minas Gerais (1971). Atualmente é professor adjunto I da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, vinculado ao Departamento de Educação e autônomo da Fundação Universidade de Itaúna, coordenando a equipe de provas do vestibular. Tem experiência nas áreas de Educação e Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: Metodologia do Trabalho Científico, Estágio Supervisionado, seleção docente, educação básica, educação inclusiva, formação de professores, extensão universitária, assessoria técnica e pedagógica, revisão de textos.
Vera Lúcia Lins Sant’Anna
Doutora em Ciências da Religião (UMESP), Mestre em Educação (Mackenzie-SP), Professora do 
Curso de Pedagogia e pesquisadora da PUC Minas.
Publicado
20-10-2014
Seção
ARTIGOS DE PROFESSORES/ARTICLES OF TEACHERS