Fatores relacionados a não continuidade da realização do exame citológico papanicolau

  • Jennyfer Martins de Aguiar Silva PUC Minas Barreiro
  • Rosiane Carvalho de Souza PUC Minas
  • Bruna Figueiredo Manzo PUC Minas
  • Sandra Regina Souza PUC
  • Suely Marques Pereira PUC
Palavras-chave: Papanicolau, Saúde da Mulher, Câncer de colo uterino, Motivos da não realização do Papanicolau, Rastreamento.“Papanicolau”, Women's health, Cervical cancer, Reasons for not performing “Papanicolau” test, Screening.

Resumo

O câncer de colo de útero é um problema de saúde pública nos países em desenvolvimento, como o Brasil. A realização do exame de Papanicolau é recomendada por organizações nacionais e internacionais de saúde para as mulheres que já tenham iniciado a atividade sexual como forma de prevenção de câncer uterino. Este estudo tem como objetivo analisar os motivos que levam algumas mulheres a não realização do exame Papanicolau de forma periódica. Trata-se de uma revisão de literatura integrativa, em que as referências analisadas foram coletadas através das bases eletrônicas SCIELO, PUBMED e LILACS, com marco temporal compreendido de 2006 a 2011. Quanto aos principais motivos, encontrados pelos autores, para as mulheres se recusarem a realizarem o exame de Papanicolau, encontrou-se: pouca escolaridade, ausência de companheiro, mulheres mais jovens e também as de idade mais avançada, indisponibilidade de horários, dificuldade de acesso ao serviço de saúde, medo de realizá-lo e/ou de um resultado positivo para o câncer, constrangimento. A partir dos fatores, podem-se criar planos e estratégias para trazer a população feminina e vencer os obstáculos colocados frente ao exame. Desse modo, este direcionamento visa diminuir os empecilhos para a realização do exame citológico Papanicolau colaborando para a prevenção do câncer cervical que implica diretamente na promoção da saúde da mulher.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jennyfer Martins de Aguiar Silva, PUC Minas Barreiro
Discente de Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Rosiane Carvalho de Souza, PUC Minas
Discente de Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Bruna Figueiredo Manzo, PUC Minas
Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Minas Gerais
Sandra Regina Souza, PUC
Discente de Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Suely Marques Pereira, PUC
Discente de Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Referências

AMORIM, Vivian Mae Schmidt Lima et al. Fatores associados à não realização do exame papanicolau: um estudo de base populacional no Município de Campinas,São Pulo,Brasil.Cad.Saúde Pública [ online] v. 22, n.11, Nov. 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Instituto Nacional do Câncer. Estimativa 2010 - Incidência de câncer no Brasil / Instituto Nacional do Câncer. Rio de Janeiro - INCA; 2009.

BRASIL. Ministério da Saúde. Sumário executivo Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo do Útero. Plano de Ação para Redução da Incidência e Mortalidade por Câncer do Colo do Útero. Brasília, 2010.

BRASIL. Campanha de prevenção do câncer de colo do útero supera meta. Disponível em: <http://portal.saude.gov.br/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=12495>. Acesso em 22 mar. 2011.

DOMINGOS, Andréia Cristiane Pizani et al. Câncer do colo do útero: comportamento preventivo de auto-cuidado à saúde. Ciênc. cuid. Saúde, v. 6, n. 2, jan.-mar. 2007.

FERNANDES, José Veríssimo et al . Conhecimentos, atitudes e prática do exame de Papanicolaou por mulheres, Nordeste do Brasil. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 43, n. 5, Out. 2009.

FERREIRA, Maria de Lourdes da Silva Marques. Motivos que influenciam a não-realização do exame de papanicolaou segundo a percepção de mulheres. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, Mar. 2010.

HACKENHAAR, Arnildo A.; CESAR, Juraci A.; DOMINGUES, Marlos R. Exame citopatológico de colo uterino em mulheres com idade entre 20 e 59 anos em Pelotas, RS: prevalência, foco e fatores associados à sua não realização. Rev. bras. epidemiol., São Paulo, v. 9, n. 1, Mar. 2006 .

MARTINS, Luís Felipe Leite; VALENTE, Joaquim Gonçalves; THULER, Luiz Claudio Santos. Factors related to inadequate cervical cancer screening in two Brazilian state capitals. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 43, n. 2, abr. 2009.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm. Florianópolis, v. 17, n. 4, Dez. 2008 .

MOURA, Ana Débora Assis, et al. Conhecimento e motivações das mulheres acerca do exame de Papanicolaou: subsídios para a prática de enfermagem. Rev. RENE. n.11, v.1, jan.-mar. 2010.

NELSON, Wendy; et al. Adherence to Cervical Cancer Screening Guidelines for U.S. Women Aged 25–64: Data from the 2005 Health Information National Trends Survey (HINTS). Journal of women’s health. v.18, n.11. 2009.

NOVAES, Hillegonda Maria Dutilh; BRAGA, Patrícia Emilia; SCHOUT, Denise. Fatores associados à realização de exames preventivos para câncer nas mulheres brasileiras, PNAD 2003. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 11, n. 4, dez. 2006.

Publicado
25-05-2012