O USO DE OBRAS DA ARTISTA TARSILA DO AMARAL NO ENSINO DE CIÊNCIAS

  • Thamyris Saboia Braga
  • Denise do Nascimento Alves
Palavras-chave: Ensino de Ciências; Ciência e Arte; Tarsila do Amaral.

Resumo

O trabalho em questão tem como objetivo explorar a interdisciplinaridade, demonstrando como a nova didática voltada para dar voz aos alunos, expressando como o abstrato da teoria pode ser visualizado através da utilização de obras de artes. A junção das Artes e das Ciências Biológicas não são assuntos novos e quando ocorre um encontro dessas grandes áreas o resultado é revolucionário. A pesquisa foi realizada com estudantes do ensino médio de 14 a 18 anos que frequentam a Escola Estadual João Guimarães Rosa, no município de Betim. O método consiste em fazer uma breve apresentação da biografia da pintora Tarsila do Amaral, logo após fazer um debate breve sobre a ciência e a arte e como elas podem se relacionar com a proposta final de um mural com obras que os estudantes elaboraram com as técnicas da artista. Através dessa atividade, podemos explorar o senso crítico dos estudantes, evitando estruturas sociais excludentes e discriminatórias, incentivando e democratizando a cultura à qual muitos não têm acesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARROS, R. T. Tarsila e o Brasil dos modernistas: na casa Fiat de cultura. Nova Lima: Casa Fiat de Cultura, 2011. 115 p.
BRITO, M. R. Art(e)biologia na natureza e outras maneiras de pensar a educação. Eccos - Revista Científica, São Paulo, n. 54, p. 1-22, e17751, jul./set. 2020.
BUORO, A. B. Olhos que pintam: a leitura da imagem e o ensino da arte. São Paulo: Educ./Fapesp/ Ed. Cortez, 2002.
COPÉRNICO, N. As revoluções dos orbes celestes. Trad. de A. Dias Gomes e Gabriel Domingues. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1984.
COSTA, M. C. C. Sociologia – Introdução à ciência da sociedade. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2009.
GUIZZO, J. Introdução à Sociologia. São Paulo: Companhia Ed. Nacional, 2009.
MASSARANI. L.; MOREIRA, I. C.; ALMEIDA, C. Para que um diálogo entre ciência e arte? História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 13, p. 7-10, 2006.
REIS. J. C.; GUERRA. A.; BRAGA. M. Ciência e arte: relações improváveis? História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 13, p. 71-87, 2006.
SILVA, F. et al. Sociologia em Movimento. São Paulo: Ed. Moderna, 2013.
TARSILA DO AMARAL. Biografia. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2022.
TONON, H. L. Q. Percepção e imaginação na tela “A Noite Estrelada” de Vincent van Gogh. 2017. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Maringá.
Publicado
03-10-2023