Língua e literatura: interseções

  • Hugo Mari
  • Ida Lúcia Machado
  • Maria de Lourdes Meireles Matencio
Palavras-chave: Língua Portuguesa, Literatura, Enunciado, Enunciação.

Resumo

Com base em reflexão acerca de aportes teóricos que sustentam iniciativas de aproximação das áreas de língua portuguesa e literatura e considerando os debates efetivados nas mesas-redondas, minicursos e sessões de comunicação do I Simpósio de Língua e Literatura: Interseções, o presente trabalho discute tanto evidências que ora apontam para as inter-relações necessárias entre os domínios da língua e da literatura ora sugerem a produtividade de marcá-los como territórios autônomos, quanto divergências – de abordagens, conceitos e posicionamento político – vivenciadas nos diferentes espaços institucionais.



Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARTHES, R. Aula. São Paulo: Cultrix, 1980.

GREIMAS, A. J. Semântica estrutural. São Paulo, Cultrix, 1978.

GREIMAS, A. J. Du sens II. Éssais sémiotiques. Paris: Seuil, 1983.

STEINER, G. Extraterritorial: a literatura e a revolução da linguagem. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

Publicado
18-03-2004
Como Citar
Mari, H., Machado, I. L., & Matencio, M. de L. M. (2004). Língua e literatura: interseções. Scripta, 7(14), 79-89. Recuperado de https://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12544