Revoluções da linguagem no campo da literatura

  • Maria Nazareth Soares Fonseca PUC Minas
Palavras-chave: Projetos literários, Negritude, Escrita e oralidade, Produção de sentido

Resumo

Este texto discute momentos significativos da Negritude francesa a partir da referência a dois poemas - um de René  Depestre, outro de Aimé Césaire - que trazem para a cena literária questões relaciona­das com os movimentos de afirmação da identidade negro-africana. A partir dos poemas referidos, pensados como emblema das tensões vividas pela literatura em situações de enfrentamento à opressão colonialista, este texto distende seu campo de reflexão para observar outras revoluções que se expõem no modo como alguns textos das literaturas africanas de língua assumem as relações entre escrita e oralidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
18-12-2006
Como Citar
Fonseca, M. N. S. (2006). Revoluções da linguagem no campo da literatura. Scripta, 10(19), 54-68. Recuperado de https://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/13938
Seção
Artigos

Most read articles by the same author(s)

<< < 1 2 3