Estratégias identitárias no continente americano: "americanidad", "américanité", "americanidade" e a ausência de "americanity"

  • Márcio Bahia Universidade de Ottawa
Palavras-chave: Americanidade, Américas, Canadá, Quebec, Relações interamericanas

Resumo

Em um continente marcado pela heterogeneidade e por enormes dife­renças em diversas esferas, o conceito de americanidade toma por em­preitada a difícil missão de conceber um substrato cultural americano capaz de romper a fragmentação e os limites fronteiriços inerentes à noção de "cultura nacional". Circulando pela América Hispânica (ameri­canidad), pelo Quebec (américantté) e pelo Brasil (americanidade), o conceito e suas variantes apresentam, entretanto, intrincadas dinâmicas internas de inclusão e exclusão, de abertura e fechamento, de atração e repulsão. Através da análise de textos teóricos, comerciais de TV e fil­mes, e trazendo à tona a pouco explorada relação cultural Canadá -­ América Latina, tentaremos lançar luz às complexas estratégias identitárias que determinam a cartografia do conceito americanidade ao redor do continente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
30-01-2017
Como Citar
Bahia, M. (2017). Estratégias identitárias no continente americano: "americanidad", "américanité", "americanidade" e a ausência de "americanity". Scripta, 11(20), 43-55. Recuperado de https://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/14020
Seção
Artigos