Fatores relacionados à neutralização de róticos e à despalatalização de [tʃ] e [dʒ] em português por hispanofalantes

Palavras-chave: Despalatalização, língua adicional, neutralização, processos fonológicos, róticos

Resumo

O trabalho compreende o fluxo migratório de latino-americanos com destino ao Brasil e o português como língua adicional necessária para a inserção social desse grupo, a fim de que haja comunicação com os nativos e, assim, a compreensão de direitos e deveres no país em que se encontram. Entende-se a aquisição fonológica da língua portuguesa como integrante do processo de aprendizagem da língua e, com base na percepção geral da primeira autora a partir de suas redes sociais de uma fala comum à região do Vale dos Sinos/RS, foi realizada uma análise da leitura de um mesmo texto em língua portuguesa de quatro imigrantes de três países diferentes com o objetivo de identificar processos fonológicos diferentes na produção comum desses sujeitos e justificar sua ocorrência. Os sistemas fonológicos do português e do espanhol foram contrastados e, em análise dos áudios, foi identificada a neutralização de róticos e a despalatalização de /tʃ/ e /dʒ/, diferentemente do que aponta a fala considerada comum à região. As causas para ambos os processos são justificadas por fatores diferentes: a neutralização do R-forte foi inversamente proporcional ao tempo de residência dos falantes no Brasil, enquanto a despalatalização pode decorrer do tempo de estudos formais do falante em português brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pietra Da Ros, Universidade Feevale

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Graduada em Letras — Português e Inglês (Feevale) e mestranda em Letras — Linguística (PUCRS) como bolsista CAPES modalidade I.

Profa. Dra. Rosemari Lorenz Martins

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2. Especialista em Linguística do Texto, em Psicopedagogia Clínica e Institucional e em Neuropsicopedagogia clínica e institucional; Mestre em Ciências da Comunicação, área de concentração Semiótica e Doutora em Letras. Coordenadora e professora permanente do Programa em Diversidade Cultural e Inclusão Social e professora do curso de Letras da Universidade Feevale.

Profa. Dra. Lovani Volmer

Universidade Feevale. Especialista em Informática na Educação, em Psicopedagogia Clínica e Institucional, em Neuropsicopedagogia clínica e institucional e em Mentoria docente; Mestre em Letras e Doutora em Letras. Professora permanente do Programa em Diversidade Cultural e Inclusão Social, professora nos cursos de Letras e Pedagogia da Universidade Feevale, coordenadora dos cursos de Letras e Artes Visuais da Universidade Feevale.

Referências

BECHARA, E. Uma visão tranquila e científica do novo Acordo Ortográfico. Estudos avançados, v. 29, p. 281-292, 2015.

DA ROS, P. Influências interlinguísticas do espanhol no português brasileiro em contexto de PLAC. Orientador: Lovani Volmer. 2022. 68 p. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em Letras – Português/Inglês) - Universidade Feevale, Novo Hamburgo, 2022.

DESHAIES-LAFONTAINE, Denise. A socio-phonetic study of a Québec French community: Trois-Rivières. 1974. Tese de Doutorado. UCL (University College London).

FALCÃO, C. A. O ensino da pronúncia do espanhol na educação à distância: uma proposta didática. XXIV Jornada Nacional do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste. Natal. Anais da Jornada do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste, 2012.

MARTINS, R. L. INFLUÊNCIAS INTERLINGUÍSTICAS DO HUNSRÜCKISCH NA ESCRITA EM PORTUGUÊS BRASILEIRO POR CRIANÇAS BILÍNGUES DO 1o, 2o E 3o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DA CIDADE DE MORRO REUTER/RS. Organon, v. 30, n. 58, 2015.

OBMIGRA. Relatório anual 2020. Disponível em: https://portaldeimigracao.mj.gov.br/images/dados/relatorio-anual/2020/Resumo%20Executivo%20_Relat %C3%B3rio%20Anual.pdf. Acesso em: 24 jun. 2022.

OTHERO, G. A.. Processos fonológicos na aquisição da linguagem pela criança. ReVEL, v. 3, n. 5, 2005.
QUILIS, A. El comentario fonológico y fonético de textos: teoría y práctica. Arco Libros, 1985.

ROBLES, A.; DEL PILAR, A. M. Interferências linguísticas e interlíngua: a aprendizagem de Português Língua Estrangeira por peruanos hispanofalantes. 2016.

VARELLA, N. K. Leitura e escrita: temas para reflexão. Porto Alegre: Premier, 2004.

WARDHAUGH, R. The contrastive analysis hypothesis. TESOL quarterly, p. 123-130, 1970.
Publicado
21-12-2023
Como Citar
Ros, P. D., Martins, R. L., & Volmer, L. (2023). Fatores relacionados à neutralização de róticos e à despalatalização de [tʃ] e [dʒ] em português por hispanofalantes. Scripta, 27(60), 439-465. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2023v27n60p439-465
Seção
Eixo III. Descrição de aspectos linguísticos na interação entre línguas