Still around the issue of writing in higher education: teaching and research demands

  • Juliana Alves Assis Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas (Brasil). Bolsista de produtividade em pesquisa CNPq – nível 2. https://orcid.org/0000-0002-9383-4850
  • Sophie Bailly Laboratoire ATILF CNRS UMR 7118, Equipe CRAPEL, Université de Lorraine (França).
  • Manoel Luiz Gonçalves Corrêa Universidade de São Paulo – USP https://orcid.org/0000-0003-3638-7086
Palavras-chave: Linguística, Ensino, Pesquisa, Letramento,

Resumo

In this text, we aim to address topics related to the project sponsored by Capes-Cofecub called “Discurso acadêmico na pesquisa e no ensino: questões em torno da apropriação da palavra de outrem” (Academic discourse in research and teaching: about appropriating other’s words) (N. 834/15), which is also featured in the organization of this edition of the journal Scripta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Alves Assis, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas (Brasil). Bolsista de produtividade em pesquisa CNPq – nível 2.

Possui graduação em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1983), mestrado em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (1995) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002). Professora Adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), atuando na graduação e na pós-graduação em Letras. Foi chefe do Departamento de Letras e coordenadora do Colegiado de Coordenação Didática do Curso de Letras da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, de 1/2/2008 a 31/1/2011. É líder do Grupo de Pesquisa, cadastrado no CNPq, ?Práticas formativas e profissionais: identidades e representações nos discursos?. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Análise do Discurso e Linguística Textual, em diálogo com abordagens interacionistas, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, práticas de ensino/aprendizagem de leitura e de escrita acadêmicas, tecnologia digital e processos formativos. Realizou estágio de pós-doutoramento na Université Stendhal - Grenoble 3/França em 2011, desenvolvendo pesquisa sobre o processo de escrita acadêmica e sua relação com as representações sociais dos estudantes, tendo em vista as discussões sobre a didática da escrita e o letramento universitário. É bolsista de produtividade do CNPq - nível 2.
Sophie Bailly, Laboratoire ATILF CNRS UMR 7118, Equipe CRAPEL, Université de Lorraine (França).
Universidade de São Paulo – USP (Brasil). Bolsista de produtividade em pesquisa CNPq – nível 2.
Manoel Luiz Gonçalves Corrêa, Universidade de São Paulo – USP
Universidade de São Paulo – USP (Brasil). Bolsista de produtividade em pesquisa CNPq – nível 2.

Referências

BARTON, David; HAMILTON, Mary. Local Literacies. London: Routledge, 1998.

BAYNHAM, Mike. Literacy Practices: Investigating Literacy in Social Contexts. London: Longman, 1995.

BOCH, Françoise. Former les doctorants à l’écriture de la thèse en exploitant les études descriptives de l’écrit scientifique. Linguagem em (Dis)curso, [S.l.], v. 13, n. 3, p. 543-568, May 2014. ISSN 1982-4017. Available at: <http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Linguagem_Discurso/article/view/2158/1554>. Accessed on: Nov. 21, 2015.

BOURDIEU, Pierre. Language and Symbolic Power. Translated by G. Raymond and M. Adamson. Cambridge, Mass.: Polity Press, 1991.

CORRÊA, Manoel Luiz Gonçalves. O modo heterogêneo da escrita. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

CORRÊA, Manoel Luiz Gonçalves. As perspectivas etnográfica e discursiva no ensino da escrita: o exemplo de textos de pré-universitários. Revista da ABRALIN, v. especial, p. 333‑356, 2011.

DELCAMBRE, Isabelle; LAHANIER-REUTER, Dominique. Discurso de outrem e letramentos universitários. In: RINCK, Fanny; BOCH, Françoise; ASSIS, Juliana Alves (Org.). Letramento e formação universitária: formar para a escrita e pela escrita. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2015. p. 225-250 (Série Ideias Sobre Linguagem).

FAIRCLOUGH, Norman. Discourse and social change. Cambridge: Polity Press, 1992.

FAIRCLOUGH, Norman. Critical Discourse Analysis: the critical study of language. London: Longman, 1995.

FIAD, Raquel Salek. Reescrita, dialogismo e etnografia. Linguagem em (Dis)curso, [S.l.], v. 13, n. 3, p. 463-480, May 2014. ISSN 1982-4017. Available at: <>. Accessed on: Feb. 30, 2016.

GROSSMANN, Francis. Por que e como as coisas mudam? Padronização e variação no campo do discurso científico. In: RINCK, Fanny; BOCH, Françoise; ASSIS, Juliana Alves (Org.). Letramento e formação universitária: formar para a escrita e pela escrita. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2015. p. 97-128 (Série Ideias Sobre Linguagem).

HENDERSON, Robin; HIRST, Elizabeth. Reframing academic literacy: Re-examining a short course for “disadvantaged” tertiary students. English teaching: practice and critique, v. 6, n. 2, p. 25-38, 2006.

HYLAND, Ken. Disciplinary identities: Individuality and community in academic discourse. New York; Cambridge: Cambridge University Press, 2012.

KRESS, Gunther. Before writing: rethinking the paths to literacy. London: Routledge, 1997.

KRESS, Gunther. Thinking about meaning and learning in a world of instability and multiplicity. Pedagogies. An international journal, v. 1, p. 19-34, 2007.

LATOUR, Bruno; WOOLGAR, Steve. Laboratory life: the construction of scientific facts. 2nd ed. Princeton, NJ: Princeton University Press, 1986.

LEA, Mary. R.; STREET, Brian V. The “Academic Literacies” model: theory and applications. Theory into practice, v. 45, n. 4, p. 368-377, 2006.

LILLIS, Theresa; SCOTT, Mary. Defining academic literacies research: issues of epistemology, ideology and strategy. Journal of Applied Linguistics, v. 4, n. 1, p. 5-32, 2007. Disponível em: 10.1558/japl.v4i1.5, Equinox online.

MALINOWSKI, Bronislaw. O problema do significado em linguagens primitivas. In: OGDEN, C. K.; RICHARDS, I. A. (Ed.). O significado de significado. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1979. p. 295‑330. Original publicado em 1923.

REUTER, Yves. Analyser les problèmes de l’éscriture de recherche en formation. Pratiques, n. 121‑122, p. 9-27, 2004.

STREET, Brian V. Literacy in Theory and Practice. London: Cambridge University Press, 1984.

STREET, Brian V. The implications of the new literacy studies for education. In S. GOODMAN, S.; LILLIS, T.; MAYBIN, J.; MERCER, N. (Ed.). Language, literacy and education: a reader. Stoke on Trent: Trentham Books, 2003.

Publicado
22-12-2017
Como Citar
Assis, J. A., Bailly, S., & Corrêa, M. L. G. (2017). Still around the issue of writing in higher education: teaching and research demands. Scripta, 21(43), 23-36. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2017v21n43p23

Most read articles by the same author(s)