[1]
V. G. A. Diniz de Oliveira, “O devir como expressão do eu coletivo na poética de José Craveirinha”, Rev. SCRIPTA, vol. 6, nº 12, p. 407-414, mar. 2003.