[1]
M. Bahia, “Estratégias identitárias no continente americano: "americanidad", "américanité", "americanidade" e a ausência de "americanity"”, Rev. SCRIPTA, vol. 11, nº 20, p. 43-55, jan. 2017.