Impactos Sócio-Ambientais da Hidrelética do Funil na Comunidade de Pedra Negra

  • Anderson Luis Pereira Pontifícia Universidade Católica - Puc Minas
Palavras-chave: Hidrelétrica, Impactos, Atingidos, Pedra Negra, UHE Funil

Resumo

RESUMO

O Brasil devido á grande disponibilidade hídrica direcionou sua matriz energética cerca de 80 %, para a fonte hidráulica. Muitas hidrelétricas foram construídas por todo País com propósito de sustentar o desenvolvimento industrial e também para suprir a crescente demanda em conseqüência  do  crescimento  populacional.  O presente estudo faz a  avaliação  dos  impactos  socioambientais  na  comunidade  de Pedra  Negra  no  município  de  Bom  Sucesso,  MG,  decorrentes  da  construção  da Hidrelétrica  do  Funil.  Os processos de  remoção, mudança e reassentamento, de comunidades atingidas por grandes  empreendimentos  assim  como  hidrelétricas, sempre  foram  alvo  de  críticas  de  diversos  setores  da  sociedade,  devido  á  fatores relevantes  que  não  são  internalizados.  Em  muitos  casos  as  comunidades  não participam  das  decisões  e  somente  a  parte  física  (moradias)  recebe  atenção,  os vínculos  sociais,  o  espaço  vivido,  economia  e  cultura  destas  populações,  não recebem a devida atenção. As comunidades atingidas sofrem diversos impactos de ordem  direta  ou  indireta  que  resultam  na  mudança  de  seu  padrão  de  vida,  perdas culturais,  sociais  e  econômicas  significativas  em  virtude  da  desterritorialização, reterritorialização  e  as  conseqüências  são  sérios  problemas  que  afetam  a  vida  de toda população como se verifica com a comunidade estudada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Luis Pereira, Pontifícia Universidade Católica - Puc Minas
Departamento de Geografia
Publicado
19-12-2014
Como Citar
Pereira, A. L. (2014). Impactos Sócio-Ambientais da Hidrelética do Funil na Comunidade de Pedra Negra. Sinapse Múltipla, 3(2), 135. Recuperado de https://periodicos.pucminas.br/index.php/sinapsemultipla/article/view/3367
Seção
SINAPSE SOCIAL