INTRODUÇÃO: VIDA PRECÁRIA, VIDA PASSÍVEL DE LUTO

  • Yasminn Barbosa PUC Minas

Resumo

A Obra de Judith Butler aqui se destaca em novas perspectivas ético-políticas. A tradução desta obra lançada em 2015 pela Civilização Brasileira, traz vários nomes no corpo de tradutores e revisores, especialmente, o de Carla Rodrigues, renomada estudiosa da obra butleriana no Brasil. Na introdução do livro Quadros de Guerra, subintitulada como Vida precária, vida passível de luto, Judith Butler aborda conceitos chave que servirão de base para um completo entendimento dos capítulos seguintes. A autora introduz a obra clarificando que esta versa sobre uma resposta crítica às guerras do mundo contemporâneo, levando em consideração, principalmente, o ponto de vista normativo e o enquadramento seletivo e diferenciado da violência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yasminn Barbosa, PUC Minas
Graduanda em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Bolsista de Pesquisa FIP em 2015. Integrante do Grupo de Estudos Feministas, coordenado pela Profa. Magda Guadalupe dos Santos. FMD COREU. PUC Minas. desde em 2016

Referências

BUTLER, Judith. Quadros de Guerra: Quando a vida é passível de luto? Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p.13-53, 2015.

Publicado
20-12-2016
Como Citar
Barbosa, Y. (2016). INTRODUÇÃO: VIDA PRECÁRIA, VIDA PASSÍVEL DE LUTO. Virtuajus, 1(1), 273-276. Recuperado de https://periodicos.pucminas.br/index.php/virtuajus/article/view/13745