POR UMA CONSTITUIÇÃO DA TERRA

a garantia de direitos fundamentais para além dos limites da cidadania e o papel da educação

  • Laura Góes Junqueira PUC Minas
Palavras-chave: Cidadania, Constituição, Direitos Fundamentais, Educação

Resumo

Historicamente, os direitos civis, sociais e políticos constituem-se como formativos do status de cidadão, de maneira que a titularidade desses direitos fundamentais concerne à pertença a um determinado Estado-nação. No entanto, com o advento da contemporaneidade e dos desafios de um mercado globalizado e de um mundo interconectado e interdependente, surge a necessidade de uma garantia de direitos para além dos limites espaciais e políticos da cidadania até então existente. Luigi Ferrajoli, ao teorizar uma Constituição da Terra, apresenta a demanda por uma cidadania global, como solução possível para a efetiva garantia dos direitos fundamentais. Nessa perspectiva, o presente artigo busca explorar a possibilidade de uma cidadania global, frente ao constitucionalismo universal proposto por Ferrajoli, realizando-se, para tanto, pesquisa bibliográfica. Inicia-se, dessa maneira, com um breve histórico a respeito da formação da cidadania. Posteriormente, em um segundo momento, questiona-se os limites espaciais e políticos intrínsecos à cidadania atrelada ao Estado-nação. Em seguida, apresenta-se as críticas e propostas de Luigi Ferrajoli. A posteriori, ressalta-se o papel da educação na formação da cidadania global, como elemento necessário para a efetivação dos direitos civis, sociais e políticos. Conclui-se que a proposta de criação de uma Constituição da Terra, em que há a ruptura com a compreensão de cidadania atual e o rompimento com os limites a ela impostos pelo Estado-nação, não se faz utópica, mas, sim, torna-se uma solução crível. No entanto, para caminhar esse longo trajeto, a educação tem e terá um papel de extrema importância.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

REFERÊNCIAS

ARISTÓTELES. Política. Edição Bilíngue. Lisboa: Veja, 1998.

ASSEMBLEIA GERAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Declaração Universal Dos Direitos Humanos. Paris, 10 dez. 1948. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/declaracao-universal-dos-direitos-humanos. Acesso em: 12 jan. 2023.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2021.

BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

BOVERO, Michelangelo. Contra o Governo dos Piores: uma gramática da democracia. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2002.

COSTITUENTE TERRA. Resoconto Dell’assemblea del 21 Febbraio, 2020a. Disponível em: http://www.costituenteterra.it/il-resoconto-dellassemblea-del-21-febbraio/. Acesso em: 12 jan. 2023.

COSTITUENTE TERRA. Perchè la Storia Continui, 2019. Disponível em: http://www.costituenteterra.it/perche-la-storia-continui2/. Acesso em: 12 jan. 2023.

COSTITUENTE TERRA. Statuto di “Costituente Terra”, 2020b. Disponível em: http://www.costituenteterra.it/statuto-di-costituente-terra/. Acesso em: 12 jan. 2023.

CURY, C. R. J. A educação nas constituições brasileiras. In: Cynthia Greive Veiga. (Org.). Carlos Roberto Jamil Cury: Intelectual e Educador. Belo Horizonte: Autêntica, 2010, p. 171-178.

CURY, C. R. J. Educação e direito à educação no Brasil: um histórico pelas Constituições. 1a. ed. Belo Horizonte: Mazza edições, 2014. v. 1. 78p.

FERRAJOLI, Luigi. Iura Paria: Los Fundamentos de la Democracia Constitucional. Madrid: Editorial Trotta, 2020.

FERRAJOLI, Luigi. Por uma Constitución de la Tierra. Madrid: Editorial Trotta, 2022. E-book. 2892 posições.

MARSHALL, T. H; BOTTOMORE, Tom. Cidadania e Classe Social. São Paulo: Editora Unesp, 2021.

PIOVESAN, Flávia Cristina. Sistema internacional de proteção dos direitos humanos. I Colóquio Internacional de Direitos Humanos, PUC/SP. São Paulo: 2001, p. 1-5.
Publicado
22-06-2023
Como Citar
Junqueira, L. G. (2023). POR UMA CONSTITUIÇÃO DA TERRA. Virtuajus, 8(14), 368-378. https://doi.org/10.5752/P.1678-3425.2023v8n14p368-378