[1]
R. S. Pinheiro, “Jus Cogens e o Direito à Educação”, VJ, vol. 5, nº 8, p. 398-413, set. 2020.