Visita domiciliar como estratégia de construção do valor saúde bucal

relato de experiência de estágio

  • Nayara Maia Batista Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Isadora Tolentino Fernandes Rocha Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Gisele Macedo da Silva Bonfante Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Visita Domiciliária, Saúde Bucal, Sistema Único de Saúde

Resumo

A Visita Domiciliar (VD) como conduta estratégica permite ao profissional de saúde a superação do modelo tradicional e a construção de um pensar e fazer sustentados na produção social do processo saúde-doença, o que acaba por fomentar a aproximação dos sujeitos envolvidos, potencializando o encontro entre profissional-cuidador-usuário, para permanente transformação da prática de saúde. Para essas pessoas, a VD permite o acesso ao cuidado em saúde, por equipe multidisciplinar, o que inclui a equipe de saúde bucal (ESB). O presente trabalho pretende apresentar a VD como uma possibilidade de cuidado em saúde bucal para usuários do SUS, a partir de um relato de experiência de estágio curricular obrigatório em Unidade Básica de Saúde de um município de grande porte. As visitas domiciliares realizadas a usuários da área de abrangência de uma equipe de saúde bucal obtiveram dados de limitação funcional de saúde sistêmica e respectivo grau de acomissão, bem como quais cuidados com a saúde bucal que os cuidadores proporcionam ao indivíduo ou que os próprios usuários possuem. Condições ambientais externas e internas do domicílio de cada um, por sua vez, foram analisadas, além de terem sido apontadas propostas de abordagem individual e coletiva. A partir dos resultados, é possível sugerir que a visita domiciliar permita a ampliação da dimensão do assistir, não tendo seu enfoque na doença, mas na promoção, manutenção e recuperação da saúde do ser humano na perspectiva de sua família; além da busca da participação do paciente e, familiares no processo do cuidado, o que contribui para a construção do valor saúde bucal. Neste sentido, sugere-se que relatos de experiências e estudos sobre diferentes formas interventivas, no âmbito público ou privado possam avançar na integralidade do cuidado, uma vez que ao levantar necessidades, etapa imprescindível ao planejamento do cuidado, gera-se a expectativa da atenção continuada.

Publicado
09-10-2019
Como Citar
Batista, N. M., Rocha, I. T. F., & Bonfante, G. M. da S. (2019). Visita domiciliar como estratégia de construção do valor saúde bucal. Arquivo Brasileiro De Odontologia, 14(2), 12-25. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/Arquivobrasileirodontologia/article/view/21420