Proposta de um Modelo para Comparação e Escolha de Frameworks para o Desenvolvimento de Software Baseado em Requisitos não Funcionais

José Mauro da Silva Sandy, Flávio Luiz Schiavoni

Resumo


A escolha dos frameworks utilizados ao longo do desenvolvimento de software causa um impacto direto na qualidade do produto desenvolvido, mas, muitas vezes, é realizada de forma subjetiva. Neste contexto, este artigo visa apresentar um modelo para realizar a escolha de frameworks de maneira racional por meio de um modelo iterativo, baseado nos requisitos não funcionais dos frameworks que serão avaliados. O modelo define três etapas que podem ser repetidas, caso exista alguma dúvida após o término de cada iteração. Na primeira etapa, a configuração do questionário é realizada com a definição das questões que serão utilizadas durante a avaliação e seus respectivos pesos. A próxima etapa consiste na aplicação do questionário configurado na primeira etapa, para posterior apuração dos resultados. Na terceira e última etapa, as respostas dadas são quantificadas para determinar qual o framework é mais indicado para o contexto avaliado. Ao terminar, caso ainda não seja possível definir qual o mais adequado, uma nova iteração pode ser realizada. O modelo proposto tem por objetivo decidir de forma racional qual framework deve ser adotado. Por fim, apresentamos um estudo de caso desse modelo na escolha do framework com bibliotecas gráficas para o projeto Mosaicode.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2316-9451.2018v7n1p68-83

Indexadores e Repositórios/Banco de dados: