Recursividades e territorialidades em "Cangaços", de Graciliano Ramos.

Main Article Content

Valéria Aparecida de Souza Machado

Resumo

Fruto de investigação recentemente iniciada como parte do projeto de pesquisa intitulado “Territorialidades literárias: projetos em diálogo”, coordenado pela Profª Drª Ivete Walty, este artigo discute o movimento recursivo das figuras do sertanejo, do cangaceiro e do latifundiário exploradas, criticamente, por Graciliano Ramos em alguns textos (crônicas/artigos) que compõem o livro Cangaços, com o intuito de investigar como elas são encenadas na obra do autor. Tal movimento aponta não só para a heterogeneidade das personagens que povoam a obra de Graciliano, como também permite que se analisem, no trânsito do autor como intelectual e escritor, as bifurcações, os entrecruzamentos e as apropriações entre um texto mais teórico e outro ficcional, levando a que se pense em uma escrita recursiva.

Article Details

Como Citar
Machado, V. A. de S. (2020). Recursividades e territorialidades em "Cangaços", de Graciliano Ramos. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, 36, 133-146. https://doi.org/10.5752/P.2358-3231.2019n0p133-146
Seção
Artigos