Bento Munhoz da Rocha Netto e a sua interpretação das Américas

  • Maria Julieta Weber Cordova Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)
Palavras-chave: Intelectual, América, Linguagem autorizada.

Resumo

Comunicação apresentada no VII Seminário Nacional de Sociologia e Política, Universidade Federal do Paraná, no Grupo de trabalho "Pensamento Social".

Biografia do Autor

Maria Julieta Weber Cordova, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

Pós-Doutoranda em História pela Universidade Federal do Paraná. Doutora em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná. Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Professora do Departamento de Educação e dos Programas de Pós-Graduação em História/PPGH e em Educação/PPGE, da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Especialista em História e Região e em Educação Patrimonial. Pesquisa sobre intelectuais, historiografia regional, história da educação, memória e patrimônio.

Referências

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas lingüísticas: o que falar quer dizer. São Paulo: EDUSP, 1996.

CORDOVA, Maria Julieta Weber. Tinguís, pioneiros e adventícios na mancha loira do sul do Brasil: o discurso regional de formação social e histórica paranaense. 2009. 296 f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Curitiba, 2009.

OLIVEIRA, R. C. O silêncio dos vencedores: genealogia, classe dominante e Estado no Paraná. Curitiba: Moinho do Verbo, 2001.

ROCHA NETTO, Bento Munhoz da. Uma interpretação das Américas. São Paulo: Livraria José Olympio, 1948.

ROCHA NETTO, Bento Munhoz da. Mensagem da América. Curitiba: Imprensa da Universidade do Paraná, 1962.

Publicado
14-11-2017
Seção
COMUNICAÇÕES/COMUNICATIONS