Manicômio Adauto Botelho: a Psiquiatria em Goiás

  • ÉDER MENDES DE PAULA Faculdade Evangélica de Goianésia
Palavras-chave: Saúde, Política, Modernidade

Resumo

O presente artigo pretende analisar como o ideal de modernidade foi aplicado no estado de Goiás, utilizando-se da relação entre os discursos médico-psiquiátrico e o político. Assim, passando pela construção de Goiânia até o Manicômio Adauto Botelho intenciona-se construir uma análise sobre o período e como a representação do ser moderno foi conduzida em Goiás. O período abordado corresponde ao momento em que Getúlio Vargas chega ao poder, com o discurso alicerçado na ideia de deixar para traz as os tempos do coronelismo, inaugura-se uma perspectiva de progresso que reverbera por vários governos estaduais no Brasil. Foram utilizados documentos como a Revista Goiana de Medicina, a compilação dos Arquivos de Saúde Pública entre 1951-1954 e avulsos arquivados no Arquivo Histórico Estadual. A análise do discurso foi o ponto fulcral para interpretação e relação entre as fontes, buscando nas entrelinhas e nos intertextos a lógica sobre saúde, política e poder em Goiás.

Referências

BOCK, Ana Indivíduo Sociedade: uma relação importante na psicologia social In: A Perspectiva Sócio-Histórica na Formação em Psicologia Petrópolis: Ed. Vozes, 2003.

COSTA, Jurandir Freire História da Psiquiatria no Brasil Rio de Janeiro: Ed. Campus, 1980.

ENGEL, Magali Gouveia. Um Palácio para Guardar Doidos In: Revista de História da Biblioteca Nacional Ano: 01 Nº 02 Agosto - 2005

FREITAS, Lena Castello Branco Ferreira de Saúde e Doenças em Goiás – A medicina possível Goiânia: Ed. UFG, 1999.

LENHARO, Alcir Sacralização da Política Campinas: Ed. Papirus, 1986.

LIMA, Nísia Trindade Um Sertão chamado Brasil Rio de Janeiro: Ed. Revan, 1999.

PALACIN, Luiz. Fundação de Goiânia e Desenvolvimento de Goiás Ed. Oriente 1976 , Goiânia – GO.

RUSEN, Jorn Razão Histórica Brasília: Ed. UNB, 2001.

Fontes:

ARQUIVO PÚBLICO DE GOIÁS, Goiânia. Revista Oeste Julho de 1942.

___________________________________ Jornal Folha de Goiás Abril de 1954.

FACULDADE DE MEDICINA (UFG), Goiânia. Revista Goiana de Medicina Julho/Setembro de 1959.

SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE, Goiânia. Arquivos de Saúde Pública Setembro de 1951 a Abril de 1954.

Sites Pesquisados:

http://www.ufrgs.br/bioetica/psiqpes.htm acessado em 28/02/2010 23:13.

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462000000400007 acessado em 28/02/2010 23:17.

http://www.ufrgs.br/ppghist/anos90/11/11art7.pdf acessado em 28/02/2010 23:41.

Publicado
05-03-2020
Como Citar
DE PAULA, ÉDER M. (2020). Manicômio Adauto Botelho: a Psiquiatria em Goiás. Cadernos De História, 20(32), 27. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoshistoria/article/view/18231
Seção
TEMÁTICA LIVRE/FREE SUBJECT - ARTIGOS/ARTICLES