Moniz Freire, 100 anos de “imortalidade"

história, historiografia, política e imaginário

  • Leandro do Carmo Quintão Instituto Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Espírito Santo. História. Historiografia. Imaginário.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar o legado do ex-governador do Estado do Espírito Santo José de Melo Carvalho Moniz Freire (1892-1896) na política capixaba a partir de dois aspectos: o direcionamento econômico do Espírito Santo, voltado para a formação de um corredor de exportações; e a reprodução do sentimento de vitimização do estado enquanto unidade federativa preterida pelo governo federal. Conclui-se que os atuais governantes mantém a imortalidade desse personagem histórico por meio da reprodução de seus discursos.

Biografia do Autor

Leandro do Carmo Quintão, Instituto Federal do Espírito Santo
Professor do Instituto Federal do Espírito Santo. Mestre e doutor em História Social das Relações Políticas pela UFES. Pesquisador em História Regional.

Referências

Fontes Primárias

ESPÍRITO SANTO (Estado). Presidente (1916-1920: Monteiro). Mensagem dirigida pelo presidente do Estado do Espírito Santo, Dr. Bernardino de Souza Monteiro, ao Congresso Legislativo, em sua 1ª sessão ordinária da 10ª legislatura. Vitória: S/n, 1919.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Secretaria da Fazenda. Estatística de Exportação do Espírito Santo. 1931. Vitória: Imprensa Official, 1932.

Bibliografia de apoio

BALANDIER, Georges. O Poder em Cena. Brasília: Editora da Universidade de Brasília,1982.

BASÍLIO, Marcello A.S. A vida e a obra de Moniz Freire. Vitória: [s.n.], 1961.

BITTENCOURT, Gabriel. História Geral e Econômica do Espírito Santo. Do Engenho Colonial ao complexo fabril-portuário. Vitória: Multiplicidade, 2006

BUFFON, José Antonio Bof. Jerônimo Monteiro: governador schumpeteriano, precursor de JK. In: GURGEL, Antonio de Pádua; LIMA JÚNIOR, Carlos Benevides. Jerônimo Monteiro. Vitória: Contexto Jornalismo & Assessoria Ltda/ Núcleo de Projetos Culturais e Ecológicos, 2005 (Coleção “Grandes Nomes do Espírito Santo”).

CAMPOS JÚNIOR, Carlos Teixeira. O Novo Arrabalde. Vitória: Prefeitura Municipal, 1996.

DINIZ, Clarkson Machado. O engrossamento, o capital e a ordem:

a visão de Graciano Neves na análise da Primeira República (1892-1903). 2016. 210 f. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-graduação em História Social das Relações Políticas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.

FERREIRA, Marieta de Moraes. PINTO, Surama Conde Sá. Estado e oligarquias na Primeira República: um balanço das principais tendências historiográficas. Tempo, Revista do Departamento de História da Uff, v. 23, p. 422-442, 2017.

GOMES, Angela de Castro; ABREU, Martha. A nova "velha" República: um pouco de

história e historiografia. Tempo, Niterói, v.1 3, n. 26, p. 1-14, 2009.

HARTUNG, Paulo. Prefácio. In: SANTOS, Estilaque Ferreira dos. José de Melo Carvalho Muniz Freire. Vitória: Espírito Santo em Ação, 2012 (Memória do desenvolvimento do Espírito Santo; Grandes nomes; v.3)

HEES, Regina Rodrigues; FRANCO, Sebastião Pimentel. A República no Espírito Santo. 3.ed. Vitória: Multiplicidade, 2012.

MARTINUZZO, José Antonio. Caminhada em Nova Fronteira. Vitória: Governo do Estado do ES, 2005. v. 1.

NASCIMENTO, Rafael Cerqueira do. A narrativa histórica da superação do atraso: um desafio historiográfico do Espírito Santo. Serra: Editora Milfontes, 2018.

PEREIRA, André Ricardo Valle Vasco. Mais do mesmo: o reforço da integração subordinada do Espírito Santo no sistema capitalista internacional. Sinais (UFES), v. 1, p. 203-232, 2011.

PEREIRA, André Ricardo Valle Vasco. Entrando em campo para perder: a inserção do Espírito Santo no debate político nacional. In: Gabriel Bittencourt; Luiz Cláudio Ribeiro. (Org.). Espírito Santo: um painel da nossa história II. Vitória, ES: SECULT, 2012, p. 15-44.

PEREIRA, André Ricardo Valle Vasco. Fantasias persecutórias na história do Espírito Santo. Revista Eletrônica Expedições: Teoria da História e Historiografia, v. 4, p. 140-162, 2013.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Em busca de uma Outra História: imaginando o imaginário. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 15, n. 29, 1995.

QUINTÃO, Leandro do Carmo. Expansão ferroviária em solo capixaba. In: SILVA, Igor Vitorino da; QUINTÃO, Leandro do Carmo. O Espírito Santo da Primeira República. 2.ed. Serra: Editora Milfontes, 2018.

QUINTÃO, Leandro do Carmo. Oligarquia e elites políticas no Espírito Santo: a

configuração da liderança de Moniz Freire. 2016. 421 f. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-graduação em História Social das Relações Políticas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.

ROSTOLDO, Jadir Peçanha. A cidade republicana na belle époque capixaba: espaço urbano, poder e sociedade. Jundiaí, SP: Paco Editorial 2014.

RIBEIRO, Diones Augusto. Busca à “primeira grandeza”: o Espírito Santo e o governo Moniz Freire (1892-1896). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-graduação em História Social das Relações Políticas – Universidade Federal do Espírito Santo.

ROCHA, Haroldo Corrêa; MORANDI, Angela Maria. Cafeicultura e grande indústria: a transição no Espírito Santo 1955-1985. 2.ed. Vitória: Espírito Santo em ação, 2012.

SANTOS, Estilaque Ferreira dos. José de Melo Carvalho Muniz Freire. Vitória:

Espírito Santo em Ação, 2012 (Memória do desenvolvimento do Espírito Santo;

Grandes nomes; v.3)

SANTOS, Estilaque Ferreira dos. Resumo biográfico de Muniz Freire. In: SANTOS,

Estilaque Ferreira dos. (org.). Escritos políticos de Muniz Freire. Vitória: Pro Texto

Comunicação e Cultura, 2013.

SCHAYDER, José Pontes. Passado a limpo: o estado capixaba e o seu mito fundador. Cachoeiro de Itapemirim, ES: Edição do autor, 2017.

SCHIMIDT, Benito Bisso. História e Biografia. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (orgs.). Novos domínios da história. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

SILVA, Marta Zorzal e. Dilemas e perplexidades do modelo. In: In: VASCONCELLOS, João Gualberto (Org.). Memórias do desenvolvimento. Vitória: Multiplicidade, 2004.

SIQUEIRA, Karulliny Silverol. O Império das Repúblicas: projetos políticos republicanos no Espírito Santo, 1870-1908. 2016. 313 f. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-graduação em História Social das Relações Políticas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.

SIQUEIRA, Maria da Penha Smarzaro. O desenvolvimento do Porto de Vitória – 1870/1940. Vitória: CODESA/UFES, 1995.

SIQUEIRA, Maria da Penha Smarzaro. A cidade e o porto como fator de desenvolvimento. In. VILASCHI, Arlindo (org.). Elementos da economia capixaba e trajetórias de seu desenvolvimento. Vitória: Flor&cultura, 2011.

SUETH, José Cândido Rifan. Espírito Santo, um Estado “satélite” na Primeira República: de Moniz Freire a Jerônimo Monteiro (1892-1912). Vitória: Flor&Cultura, 2006.

SUETH, José Cândido Rifan. Moniz Freire e a construção de uma identidade política capixaba (1882- 1908): entre sonhos e mágoas, o brilho da estrela "intrometida". 2016. 300f. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-graduação em História Social das Relações Políticas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.

VASCONCELLOS, João Gualberto. PANDOLFI, Ricardo. Elites e gestão do desenvolvimento: uma reflexão sobre o caso do Espírito Santo. In: VASCONCELLOS, João Gualberto (Org.). Memórias do desenvolvimento. Vitória: Multiplicidade, 2004.

VILASCHI, Arlindo; FELIPE, Ednilson Silva; OLIVEIRA, Ueber José de. Visões compartilhadas e coalizão de possibilidades: a antessala do processo de industrialização. In. VILASCHI, Arlindo (org.). Elementos da economia capixaba e trajetórias de seu desenvolvimento. Vitória: Flor&cultura, 2011a.

VILASCHI, Arlindo; FELIPE, Ednilson Silva; OLIVEIRA, Ueber José de. Ampliação e aprofundamento do segundo ciclo da economia e recuperação da legitimidade do Governo Estadual. In. VILASCHI, Arlindo (org.). Elementos da economia capixaba e trajetórias de seu desenvolvimento. Vitória: Flor&cultura, 2011b.

Publicado
05-03-2020
Como Citar
Quintão, L. do C. (2020). Moniz Freire, 100 anos de “imortalidade". Cadernos De História, 20(32), 110. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoshistoria/article/view/20265
Seção
TEMÁTICA LIVRE/FREE SUBJECT - ARTIGOS/ARTICLES