Os Gregos: a aprendizagem pela narrativa e representação

  • Amauri Carlos Ferreira PUC Minas
Palavras-chave: Formação do povo grego, Educação, Lei da Hospitalidade, Representação, Narrativa

Resumo

Este artigo contempla a educação grega que  teve início pelas epopeias e as formas elaboradas do processo educativo. A civilização grega contribui de forma decisiva e singular na percepção do mundo. De que maneira esta civilização desenvolveu-se, social e politicamente? Como a formação do ser grego que buscava a perfeição, a liberdade e a democracia irradiou-se culturalmente? Essas perguntas, e tantas outras, correspondem à constituição de uma identidade através da educação que, no sentido grego, seria a paideia. A paideia trata da formação do ser grego.  O objetivo desse artigo é apresentar de forma didática a importância dos gregos da antiguidade para a compreensão do processo educativo ocidental. Para tal, buscou-se, a partir da aprendizagem pela narrativa dos mitos e da  representação pelo teatro, um modo racional de se compreender o mundo. Assim, os gregos, em seu projeto de paideia, nos legaram um modo de narrar o mundo miticamente ao representá-lo pela arte do teatro e ao educar os indivíduos  pela arte de pensar. 

Referências

BARROS, Gilda Naécia Maciel. Areté e Cultura Grega. In: Coleção Memória da Pedagogia, V.1, Rio de Janeiro: Ediouro, segmento Duetto, 2005.
BIGNOTTO, Newton.O Tirano e a Cidade. São Paulo: Discurso Editorial,1998.
BRANDÃO, Jacyntho Lins. Nós e os Gregos. In: Coleção Convite ao Pensar - Os Gregos. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.
BRANDÃO, Junito de Souza Brandão. Teatro Grego. Tragédia e Comédia. Petrópolis: Vozes, 2007.
FLORES, Moacyr. A Cidade Estado: corporificação do helenismo. In: Mundo Greco-Romano. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2000.
GOLDHILL, Simon. Amor, Sexo & Tragédia. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.
GOULART, Audemaro Taranto. Ilíada, Um Poema de Fundação. BRANDÃO, In: Coleção Convite ao Pensar- Os Gregos. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.
HARTOG, François (org.). A História de Homero a Santo Agostinho. Belo Horizonte:UFMG, 2001.
HARTOG, François. Memória de Ulisses. Belo Horizonte: UFMG, 2004.
JAEGER, Werner. Paideia - A Formação do Homem Grego. Trad. Artur M. Parreira. 3.ed. São Paulo:Martins Fontes,1994.
LÉTOUBLON, Françoise.Os Deuses à Mesa dos Homens. In: O livro da Hospitalidade-Acolhida do Estrangeiro na História e nas Culturas.São Paulo :Senac, 2011.
LOURENÇO, Frederico. Grécia Revisitada. Lisboa: Livros Cotovia, 2004.
MALTA, Andre. Homero Múltiplo. São Paulo: Edusp, 2012.
MANGUEL, Alberto. Ilíada e Odisseia de Homero-Uma biografia. Rio de Janeiro: ZAHAR, 2008.
MARROU, Henri-Irenee. História da Educação na Antiguidade. São Paulo: Herder,1969.
MOSSÉ, Claude. Dicionário da Civilização Grega. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.
MURACHO, Henrique. Língua Grega-Visão, Semântica, lógica, orgânica e Funcional. Petrópolis: Vozes, 2001.
PEREIRA, Maria Helena. Estudos de História da Cultura Clássica. Cultura Grega. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian,1993.
PUCHNER, Martin. O mundo da escrita. São Paulo: Cia das Letras,2019.
SAINT-VICTOR, Paul de. As Duas Máscaras - A Cultura da Grécia em seu Teatro.Ésquilo-Sófocles- Eurípedes –Aristófanes.São Paulo,2003.
RAGUZA, Giulizna (Organização e Tradução) Lira Grega-Antologia de Poesia Arcaica. São Paulo : Hedra, 2013, p.13.
ROMILLY, Jaqueline. A Tragédia Grega. Universidade de Brasília, 1998.
VERGNIERÈS, Solange. Ética e Política em Aristóteles. São Paulo: Paulus, 1995
VERNANT, Jean-Pierre. Entre Mitos & Política. São Paulo: Edusp, 2001.
VIDAL- NAQUET, Pierre. O Mundo de Homero.São Paulo : Cia das Letras, 2002.
Publicado
17-12-2020
Como Citar
Ferreira, A. C. (2020). Os Gregos: a aprendizagem pela narrativa e representação. Cadernos De História, 21(35), 12. https://doi.org/10.5752/P.2237-8871.2020v21n35p12
Seção
TEMÁTICA LIVRE/FREE SUBJECT - ARTIGOS/ARTICLES