Os filhos das escravas: crianças cativas e ingênuas nas propriedades de Mariana (1850-1888) (The children of slaves: naive and captive children at Mariana properties (1850-1888)) - DOI: 10.5752/P.2237-8871.2010v11n15p58

  • Heloísa Maria Teixeira Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH
Palavras-chave: Escravidão, Reprodução escrava, Economia para o mercado interno, Legislação de 1871.

Resumo

Nas regiões dedicadas à produção de subsistência, desprovidas de recursos suficientes para a compra de cativos em quantidades expressivas, a manutenção da escravidão ocorria, em boa medida, pela reprodução natural dos escravos. Sendo Mariana voltada para a economia interna, os filhos das escravas, cativos ou ingênuos, compunham boa parte das escravarias da localidade. Neste artigo, procuramos traçar o perfil demográfico dessas crianças e suas ocupações produtivas. Nossa análise é balizada pelos inventários post-mortem, escrituras de compra e venda de cativos, matrículas de escravos, cartas de alforrias, processos judiciais de disputa de propriedade dessas crianças e processos criminais.

 

Abstract

At the subsistence economy regions, with not enough resources to high slave acquisitions, the maintaining slavery happened, mostly, by the natural reproduction. In Mariana, which economy was turned to its internal market, the slave’s children, themselves captives or “ingênuos”, formed a relevant part of the local slaveholdings. This article tries to profile demographically these children and their productive occupations. Our analysis is based by post-mortem inventories, records of slave purchases and sales, slave registrations, free-letters, judicial suits about contestation of the property over these children and criminal processes.

Key words: Slavery; Slave reproduction; Subsistence economy; The 1871 legislation.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloísa Maria Teixeira, Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH
possui graduação em História pela Universidade Federal de Ouro Preto (1996) e mestrado em História Econômica pela Universidade de São Paulo, no qual desenvolveu a dissertação "Reprodução e famílias escravas em Mariana (1850-1888)", defendida no ano de 2001. Doutora pela Universidade de São Paulo pelo Programa de Pós-Graduação em História Econômica, com a tese intitulada "A não-infância:crianças como mão-de-obra em Mariana (1850-1900)", sendo o título obtido em 2008. Desenvolve suas pesquisas com base nos conceitos e métodos da História Demográfica e da História Econômica. Seus objetos de pesquisa estão vinculados aos seguintes temas: economia de subsistência, escravidão, família escrava, transição do sistema de trabalho escravista, trabalho infantil.

Referências

ANDRADE, Rômulo. Apontamentos sobre a microeconomia do escravo e sua interação com a família e as solidariedades: Zona da Mata de Minas Gerais, Século XIX. In: X Seminário sobre a Economia Mineira, Anais... [CD-ROM]. Belo Horizonte: Cedeplar/UFMG, 2002, 28p.

ANDRADE, Rômulo. Legitimidade e alforria de crianças escravas na província de Minas Gerais. X CONGRESSO INTERNACIONAL DA ALADAA, 10, 2001, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Educam, 2001. CD-ROM.

ARAÚJO, Nancy de Almeida. Filhos livres de mulheres escravas: Cuiabá 1871-1888. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal de Mato Grosso, 2001.

BERGAD, Laird. W. Escravidão e história econômica: demografia de Minas Gerais, 1720-1888. Bauru: EDUSC, 2004.

BOTELHO, Tarcísio Rodrigues. O trabalho de crianças e jovens no Brasil imperial: Minas Gerais, 1831-32. In: VII ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS DO TRABALHO, 7, 2001, Salvador. Anais... Salvador: ABET, 2001. CD-ROM.

CONRAD, Robert. Os últimos anos da escravatura no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975.

EISENBERG, Peter. Ficando Livre: as alforrias em Campinas no século XIX. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 17, n. 2, p.175-216, 1987.

FALCI, Miridan Britto Knox. Escravos do sertão: demografia, trabalho e relações sociais (Piauí, 1826-1888). Tese (Doutorado em História) – Universidade de São Paulo, 1993.

FLAUSINO, Camila Carolina. Negócios da escravidão: tráfico interno de escravos em Mariana (1850-1886). In: ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA, 15, 2006, São João Del Rei. Anais... São João Del Rei: ANPUH-MG, 2006. CD-ROM.

FRAGOSO, Luís Ribeiro; FLORENTINO, Manolo Garcia. Marcelino, filho de Inocência Crioula, neto de Joana Cabinda. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 17, n. 2, p.151-173, mai/ago, 1987.

GARAVAZO, Juliana. Os preços dos escravos inventariados em Batatais (São Paulo - 1850-1888). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA ECONÔMICA, 6; CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE HISTÓRIA DE EMPRESAS, 7, 2005, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ABPHE, 2005. CD-ROM.

GÓES, José Roberto; FLORENTINO, Manolo. Crianças escravas, crianças dos escravos. In: PRIORE, M. Del. História das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto, 2002, p.177-191.

LEITE, Ilka B. Antropologia da viagem: escravos e libertos em Minas Gerais no século XIX. Belo Horizonte: UFMG, 1996.

LIBBY, Douglas Cole; PAIVA, Clotilde A. Caminhos alternativos: escravidão e reprodução em Minas Gerais no século XIX. Estudos Econômicos, São Paulo, v.25, n. 2, p.203-233, maio./ago., 1995.

LIMA, Lana Lage da Gama; VENÂNCIO, Renato Pinto. Alforria da criança escrava no Rio de Janeiro do século XIX. Resgate, Campinas, v. 2, n. 1, p.26-34. 1991.

MARCONDES, Renato Leite; FALCI, Miridan Britto Knox.. Escravidão e reprodução no Piauí: Teresina (1875). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA ECONÔMICA, 4, 2001, São Paulo. Anais... São Paulo: ABPHE, 2001. CD-ROM.

MAUAD, Ana Maria. A vida das crianças de elite durante o Império. In: PRIORE, Mary Del (org.). História das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto, 2002. p.137-176.

MATTOSO, Kátia de Queiroz.. O filho da escrava. In: PRIORE, Mary Del (org.). História da criança no Brasil. São Paulo: Contexto, 1991. p.76-98.

MOTT, Maria Lúcia Barros. Ser mãe: a escrava em face do aborto e do infanticídio. Revista de História, São Paulo, n. 120, p.85-96, jul., 1989.

MOTTA, José Flávio. Escravos daqui, dali e de mais além: o tráfico interno de cativos Em Constituição (Piracicaba), 1861-1880. In: XXXIII ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 33, 2005, Natal. Anais... Natal: ANPEC, 2005. CD-ROM.

MOTTA, José Flávio; MARCONDES, Renato. O comércio de escravos no Vale do Paraíba Paulista: Guaratinguetá e Silveiras na década de 1870. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 30, n. 2, p.267-299, 2000.

MOURA, Vera Lúcia Braga de. Meninos livres, mães escravos. In: XXIII SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA: GUERRA E PAZ, 23, 2005, Londrina. Anais... Londrina: ANPUH, 2005. CD-ROM.

NEVES, Maria de Fátima Rodrigues. Infância de faces negras: a criança escrava brasileira no século XIX. 1993. Dissertação (Mestrado em História Social) – Universidade de São Paulo, São Paulo.

PARREIRA, Nilce Rodrigues. O comércio de homens em Ouro Preto no século XIX. 1990. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Paraná.

PINHEIRO, Maria Cristina Luz. O trabalho de crianças escravas na cidade de Salvador (1850-1888). Afro-Ásia, v. 32, p.159-183, 2005.

PRIORE, Mary Del. O cotidiano da criança livre no Brasil entre a Colônia e o Império. In: PRIORE, Mary Del (org.). História das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto, 2002. p.84-106.

STECKEL, Richard H. Children and choice: a comparative analysis of slave and white fertility in the ante bellun south. In: FOGEL, Robert William; ENGERMAN, Stanley L. (org.) Without consent or contract: conditions of slave life and the transition to freedom: techical papers. New York: W.W. Norton, 1992, p.369-412.

TEIXEIRA, Heloísa Maria. Reprodução e famílias escravas em Mariana (1850-1888). Dissertação (Mestrado em História) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. 2001.

TEIXEIRA, Heloísa Maria. A não- infância: crianças como mão-de-obra em Mariana. Tese (Doutorado em História) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. 2008.

VENÂNCIO, Renato Pinto. A riqueza do senhor: crianças escravas em Minas Gerais do século XIX. Estudos Afro-Asiáticos, Rio de Janeiro n. 21, p.97-108, dez. 1991.

Publicado
31-10-2010
Como Citar
TEIXEIRA, H. M. Os filhos das escravas: crianças cativas e ingênuas nas propriedades de Mariana (1850-1888) (The children of slaves: naive and captive children at Mariana properties (1850-1888)) - DOI: 10.5752/P.2237-8871.2010v11n15p58. Cadernos de História, v. 11, n. 15, p. 58-93, 31 out. 2010.
Seção
Temática Livre - Artigos