Guerra e paz na fronteira dos homens: o cotidiano na colônia militar Pedro Segundo do Rio Araguari (fronteira franco-brasileira em meados do século XIX)

  • Rafael Amaro da Silva Faculdade Estácio Fcat (Castanhal – Pará)
Palavras-chave: Fronteira, Amazônia, Colonização, Civilização.

Resumo

Este artigo visa abordar como o discurso oficial, apresentado pelos jornais e relatórios, influenciava e retratava o cotidiano na colônia militar Pedro Segundo, considerando a importância de demarcar, vigiar e proteger a fronteira franco-brasileira no Segundo Reinado, período em que a região se tornou delicada devido ao pós-Cabanagem e à contestação do território tanto pelo Brasil, quanto pela França.

Biografia do Autor

Rafael Amaro da Silva, Faculdade Estácio Fcat (Castanhal – Pará)

Mestre em História pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Possui graduação em História pela Escola Superior Madre Celeste Atualmente é professor da Faculdade Estácio Fcat (Castanhal – Pará). Tem experiência na área de História, com ênfase em História e educação especial e inclusiva.

Referências

Fontes primárias

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: Governo. Discurso recitado pelo exmo. snr. doutor João Antonio de Miranda, prezidente da provincia do Pará na abertura da Assemblea Legislativa Provincial no dia 15 de agosto de 1840. Pará: Typ. de Santos & menor, 1840. p. 67.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: Governo. Falla dirigida pelo exmo sñr conselheiro Jeronimo Francisco Coelho, prezidente da provincia do Gram Pará á Assembleia Legislativa Provincial na abertura da segunda sessão ordinaria da sexta legislatura no dia 1º de outubro de 1849. Pará: Typ. de Santos & filhos, 1849. p. 141.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: Governo. Relatório do presidente da província do Gram-Pará, o exm. Sr. Dr. Fausto Augusto de Aguiar, na abertura da segunda sessão ordinária da sétima legislatura da Assemblea Provincial, no dia 15 de agosto de 1851. Pará: Typ. de Santos & Filhos, 1851. p. 58.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855. Doc. 1, 15/07/1851.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855. Doc. 2. 16/03/1852.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855. Doc. 3, 12/02/1853.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855. Doc. 4, 08/04/1853.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano 1851-1855. Doc. 5. 08/04/1853.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855. Doc. 6, 08/04/1853.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159, ano: 1851-1855, 18/11/1853.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano 1851-1855. Doc. 16. 25/03/1854.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855. Doc. 24, 03/11/1854.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855. Doc. 26, 03/11/1854.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159. Ano: 1851-1855, 11/11/1854.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 159, ano: 1851-1855. Doc. 41, 1855.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 268. Ano: 1863-1868. Doc. 9, 19/01/1865.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 268. Ano: 1863-1868. Doc. 25, 18/10/1865.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Fundo: SPP. Caixa 347. Ano: 1875. Doc. 12, 14/05/1875.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, n. 2, 16 maio 1840. p. 8.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, n. 3, 20 maio 1840. p. 10–11.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, n. 6, 30 maio 1840. p. 22–23.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, n. 9, 10 jun. 1840. p. 39.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, n. 9, 10 jun. 1840. p. 39-40.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, n. 439, 23 jan. 1855. p. 1.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 9 jun. 1855. p. 4.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 16 ago. 1855. p. 1.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 25 ago. 1855. p. 3.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 27 dez. 1855. p. 2.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 2 maio 1856. p. 2.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 8 ago. 1856. p. 1.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 2 set. 1856. p. 2.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Gazeta Official, Belém, 21 jan. 1859. p. 1.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Gazeta Official, Belém, 16 set. 1859. p. 2.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Gazeta Official, Belém, 16 jun. 1860. p. 1.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA – FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Treze de Maio, Belém, 18 set. 1861. p. 5.

RIBEIRO, Duarte da Ponte. Apontamentos sobre o estado das fronteiras no Brasil. Apontamentos sobre o estado da Fronteira do Brasil em 1844, em adiantamento à memória de 1842 sobre limites do Império. Belém: 1ª Comissão Demarcadora de Limites, 1842.

Fontes secundárias

ACEVEDO MARIN, Rosa Elizabeth. Agricultura no delta do rio Amazonas: colonos produtores de alimentos em Macapá no período colonial. In: ACEVEDO MARIN, Rosa Elizabeth (Org.). A escrita da história paraense. Belém: NAEA/UFPA, 1998.p. 53-92.

BASTOS, Carlos Augusto de Castro. Os Braços da (des)ordem: indisciplina militar na Província do Grão-Pará (meados do XIX). 2004. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal Fluminense, Programa de Pós-graduação em História, Niterói, 2004.

BEOZZO, José Oscar. Leis e regimentos das missões: política indigenista no Brasil. São Paulo: Loyola, 1983.

CARDOSO, Francinete dos Santos. O Contestado Franco-Brasileiro: conflitos e representações. In: NEVES, Arthur de Freitas; LIMA, Maria Roseane Pinto. Faces da História da Amazônia. Belém: Ed. Paka-Tatu, 2006.

CASTRO, Celso; IZECKSOHN, Vitor; KRAAY, Hendrink. Da história militar à “nova” história militar. In: CASTRO, Celso; IZECKSOHN, Vitor; KRAAY, Hendrink (Org.). Nova história militar brasileira. Rio de Janeiro: editora FGV, 2004.

CRUZ, Ernesto. Colonização do Pará. Belém: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, 1958.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Mini Aurélio da língua portuguesa. 6ª Ed. Curitiba, 2004.

FONSECA, Paloma Siqueira. A Presiganga e as Punições da Marinha (1808-31). In: CASTRO, Celso; IZECKSOHN, Vitor; KRAAY, Hendrink (Org.). Nova história militar brasileira. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004.

GOES FILHO, Synesio Sampaio. As fronteiras do Brasil. Brasília: FUNAG, 2013.

HENRIQUE, Marcio Couto. O general e os tapuios: linguagem, raça e mestiçagem em Couto de Magalhães (1864-1876). 2003. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-graduação em Antropologia, Belém, 2003.

HENRIQUE, Márcio Couto. Presente de branco: a perspectiva indígena dos brindes da civilização. Comunicação apresentada no XVII Simpósio Nacional de História/ANPUH. Natal, Rio Grande do Norte, 2013.

KRAAY, Hendrink. Cotidiano dos soldados na guarnição da Bahia (1850-89). In: CASTRO, Celso; IZECKSOHN, Vitor; KRAAY, Hendrink (Org.). Nova história militar brasileira. Rio de Janeiro: editora FGV, 2004.

MATTOS, Ilmar Rohloff de. O tempo saquarema: a formação do Estado Imperial. Editora HUCITEC, 1986.

MACHADO, Maria Helena. O olhar imperial sobre a América. In: NODARI, Eunice; PEDRO, Joana Maria; IOKOI, Zilda Marcia Grícoli (Org.). História: Fronteiras. Florianópolis: Humanitas/FFLCH/USP, 1999.

NOGUEIRA, Shirley Maria Silva. Razões para desertar: a institucionalização do exercito no Grão-Pará, no ultimo quartel do setecentos. 2000. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) – Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Sustentável, Belém, 2000.

NUNES, Francivaldo Alves. Aspectos da colonização militar no Norte do Império: povoamento, segurança, defesa do território e conflitos. Revista Brasileira de História Militar, Rio de Janeiro, ano III, n. 7, p. 1-22, abr. 2012.

PONTAROLO, Fabio. Homens de ínfima plebe: os condenados ao degredo interno no Brasil do século XIX. Rio de Janeiro: Ed. Apicuri, 2010.

QUEIROZ, Jonas Marçal de; COELHO, Mauro Cezar. Amazônia: Modernização e Conflito (Séculos XVIII e XIX). Belém: UFPA/NAEA; Macapá: Unifap, 2001.

RAVENA, Nìrvia. O abastecimento no século XVIII no Grão-Pará: Macapá e vilas circunvizinhas. In: ACEVEDO MARIN, Rosa Elizabeth (Org.). A escrita da história paraense. Belém: NAEA/UFPA, 1998. p. 29-52.

SAMPAIO, Patrícia Melo; ERTHAL, Regina de Carvalho. Rastros da memória: histórias e trajetórias das populações indígenas na Amazônia. Manaus: EDUA, 2006.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. As barbas do imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Cia. Das Letras, 1998.

VAINFAS, Ronaldo (Org.). Dicionário do Brasil Imperial. Rio de Janeiro: Objetiva, 2002.

Publicado
14-11-2017
Seção
TEMÁTICA LIVRE/FREE SUBJECT - ARTIGOS/ARTICLES