A cidade e o shopping: considerações sobre a relação urbana envolvendo a presença de shoppings centers e o caso da cidade de Blumenau-SC durante a década de 1990

  • André Procópio Gomes Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC)
Palavras-chave: Shopping, História urbana, Urbanismo, Blumenau.

Resumo

 

Apesar dos anos 1980 serem apontados como o primeiro grande momento em que shoppings centers são construídos no Brasil, é durante os anos 1990 que esse tipo de empreendimento urbano se espalha pelo território nacional para além dos limites das capitais. O Shopping Neumarkt, inaugurado em 1993 na cidade de Blumenau, Santa Catarina, entra nesse movimento de expansão em direção às cidades de porte médio no interior. Por meio do uso de periódicos e entrevistas orais, dois acontecimentos-chave são abordados: a inauguração e consolidação do Shopping Neumarkt e a reurbanização da rua XV de novembro, compreendendo todo o período da década de 1990. Pelo fato de essa reurbanização ser usualmente apontada como uma maneira de transformar a rua XV de novembro num shopping a céu aberto, foi desenvolvida uma relação entre a construção do Shopping Neumarkt e a cidade de Blumenau. O objetivo da pesquisa está em compreender uma nova forma de relacionamento da cidade. Mais do que destruir a urbanidade clássica, os shoppings produziram uma nova forma de conceber a urbanidade.


Biografia do Autor

André Procópio Gomes, Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC)

Doutorando em História do Tempo Presente pela Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC). Mestre em História pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Pesquisa em periódicos, imagens e relatos, buscando a relação construída entre o Homem e o mundo. Atualmente desenvolve seu trabalho atento para as questões de governo, subjetividades e migrações.

Referências

Fontes primárias

PREFEITURA MUNICIPAL DE BLUMENAU. Plano diretor físico territorial de Blumenau. Blumenau: Prefeitura Municipal de Blumenau, 1989.

Jornal de Santa Catarina, Florianópolis. 01/01/1991-30/12/1999.

Fontes secundárias

ANDRADE, Luciana Teixeira de. O espaço metropolitano no Brasil: nova ordem espacial? Caderno CRH, Salvador, v. 29, n. 76, p.101-118, jan./abr. 2016.

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. 7ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

CALDEIRA, Teresa Pires do Rio. Cidade de muros: crime segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo: editora 34/Edusp, 2000.

CATEDRA, Raffaele; MEMOLI, Maurizio. A reapropriação do patrimônio simbólico do centro histórico de Nápoles. In: BIDOU-ZACHARIASEN, Catherine (Coord.). De volta a cidade: dos processos de gentrificação às políticas de “revitalização” dos centros urbanos. São Paulo: Annablume, 2006.

DAVIS, Mike. Planeta Favela. São Paulo: Boitempo, 2006.

DOSSE, Françoise. Renascimento do acontecimento: um desafio para o historiador – entre a Esfinge e a Fênix. São Paulo: Editora Unesp, 2013.

ELIAS, Norbert; SCOTSON, John L. Os estabelecidos e os outsiders: sociologia das relações de poder a partir de uma pequena comunidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar ed., 2000.

FLORES, Maria Bernadete Ramos (Org.). Oktoberfest: turismo, festa e cultura na estação do chopp. Florianópolis: Letras contemporâneas, 1997.

GOMES, André Procópio. A cidade e o shopping: do mundo da via expressa aos processos de gentrificação em Blumenau-SC (1990-2000). 2016. 192 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade do Estado de Santa Catarina, programa de Pós-graduação em História, ‎Florianópolis, 2016.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

JACOBS, Jane. Morte e vida de grandes cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

KOSELLECK, Reinhart. Estratos do Tempo: estudos sobre história. Rio de Janeiro: Contraponto: PUC-Rio, 2014.

LEITE, Rogério Proença. Contra-usos e espaço público: notas sobre a construção social dos lugares na Manguetown. Revista Brasileira de Ciências Sociais [online], v. 17, n. 49, p.115-172, jun. 2002.

LUCA, Tânia Regina de. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKY, Carla Bassanezi; BACELLAR, Carlos (Org.). Fontes Históricas. 2ªed. São Paulo: contexto, 2006.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. O imaginário da cidade: visões literárias do urbano – Paris, Rio de Janeiro, Porto Alegre. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 1999.

PINTAUDI, Silvana Maria; FRÚGOLI JR, Heitor (Org.). Shopping Centers: espaço, cultura e modernidades nas cidades brasileiras. São Paulo: editora da Universidade Estadual Paulista, 1992.

PORTELLI, Alessandro. O massacre de Civitella Val di Chiana (Toscana: 29 de junho de 1944): mito, política, luto e senso comum. In: FERREIRA, Marieta de Moraes; AMADO, Janaina (Org.). Usos & Abusos da História Oral. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1996. p. 103-130.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Ed. Unicamp, 2007.

SARLO, Beatriz. Cenas da vida pós-moderna: intelectuais, arte e videocultura na Argentina. 4ª edição. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2006.

SIEBERT, Claudia Freitas. Estruturação e desenvolvimento da rede urbana do Vale do Itajaí. Blumenau: Ed. da FURB, 1996.

SILVA, José Borzachiello da; GONÇALVES, Tiago Estevam. Urbanização e produção da cidade: Shoppings Centers na dinâmica de novas centralidades em Fortaleza-CE. Geosul, Florianópolis, v. 27, n. 53, p. 63-88, jan./jun. 2012.

Publicado
14-11-2017
Seção
TEMÁTICA LIVRE/FREE SUBJECT - ARTIGOS/ARTICLES