CURRÍCULO EM TEMPOS DE PANDEMIA

como continuar a aprendizagem?

  • Luciene Silva

Resumo

Neste artigo, destaco a relação entre a produção curricular e estratégias de aprendizagem em tempos de pandemia, no Ciep XXX, localizado na cidade de Duque de Caxias. Seguindo orientações da Seeduc (Secretaria Estadual de Educação), a escola adotou o ensino remoto através da plataforma Google Classroom. Tornando-se ferramenta necessária ao momento imposto pela quarentena, a interface acaba fixando onde o conhecimento deve ser primordialmente trabalhado, delineando um currículo a priori. Meu argumento é que currículos instituídos visam a controlar a proliferação de sentidos. Para análise dessa posição, conecto currículo como cultura e enunciação nas perspectivas de Bhabha (2006) e Macedo (2011). Defendo que a ideia de currículo como enunciação cultural é um texto em movimento e implica pensá-lo como produção de sentido. Com base nesta perspectiva e metodologia qualitativa, analiso como essa unidade escolar se articula e luta para significar seu currículo para além do prescritivo em tempos de pandemia.

Publicado
04-07-2020
Seção
ARTIGOS/ARTICLES