As vozes presentes no texto acadêmico e a explicitação da autoria

  • Sérgio de Freitas Oliveira PUC Minas
Palavras-chave: Texto acadêmico. Prática discursiva. Pessoalização. Autoria.

Resumo

Neste artigo, me proponho analisar a forma como o autor se manifesta nos textos acadêmicos e científicos. Para isso, serão observadas as vozes presentes em artigos científicos e em trabalhos de conclusão de curso de graduação. A análise terá como pano de fundo o referencial teórico que discute as práticas discursivas no texto científico. Serão analisadas construções que expressam o posicionamento do autor em seus textos, para comparar as implicações decorrentes do processo de pessoalização. Serão objeto de discussão as noções de objetividade, subjetividade, neutralidade, imparcialidade, explicitação de autoria e propriedade. As construções analisadas foram retiradas de três artigos científicos de professores pós-graduados e de cinco trabalhos de conclusão de curso de graduandos em Pedagogia. Os resultados apontam uma transgressão ao que propõem os autores de manuais de metodologia científica, que, no entanto, agrega valor ao produto final.

Biografia do Autor

Sérgio de Freitas Oliveira, PUC Minas
Possui graduação em Letras - Português e Latim - pela Universidade Federal de Minas Gerais (1971) e em Pedagogia - Supervisão e Administração Escolar - pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1988). Atualmente é professor adjunto II da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, vinculado ao Departamento de Educação. Na FUMARC, coordena equipe de provas de concursos públicos. Tem experiência nas áreas de Educação e Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: Metodologia do Trabalho Científico, Metodologia de Alfabetização e Letramento, Estágio Supervisionado, seleção docente, educação básica, educação inclusiva, formação de professores, extensão universitária, assessoria técnica e pedagógica, revisão de textos.
Publicado
17-03-2015
Seção
ARTIGOS DE PROFESSORES/ARTICLES OF TEACHERS