O COTIDIANO DO TRABALHADOR-ESTUDANTE: DIMENSÕES IDEOLÓGICAS DOS DISCURSOS E PRÁTICAS

Bruna Suruagy do Amaral Dantas, Leonidas Valverde da Silva

Resumo


O presente artigo, que resulta de uma pesquisa de iniciação científica, apresenta os significados da relação educação-trabalho para indivíduos que a vivenciam em seu cotidiano, identificando as ideologias contidas em seus discursos e práticas. Esse estudo, portanto, foi norteado pela seguinte questão-problema: quais ideologias o trabalhador-estudante atribui à sua realidade cotidiana? Como metodologia de pesquisa, adotou-se o método dialético, que considera a dimensão particular e social dos discursos, não se limitando ao fenômeno em si, mas interpretando-o com base em sua materialidade histórica e nas tensões que lhe são constitutivas. Foram realizadas oito entrevistas com trabalhadores-estudantes de 18 a 50 anos de idade, que estudam em instituições privadas de ensino superior do município de São Paulo. Utilizou-se como instrumento de coleta de dados a entrevista semiestruturada. A partir da análise dos depoimentos, foi possível observar que as ideias sustentadas pelos sujeitos estão impregnadas de um dos principais componentes afetivos dos juízos ultrageneralizadores presentes no cotidiano, a fé, que confere força às ideologias. A tese do mérito individual aparece na maioria dos depoimentos, o que sugere que essas crenças ideológicas – sustentadas pela fé – estão tão consolidadas que sua reprodução é praticamente automática, tornando-se uma entidade independente, uma verdade incontestável no atual sistema de produção. Observou-se nos discursos a existência da crença de que o esforço possui uma função quase transcendental, indispensável para se alcançar as falsas promessas de sucesso.

Palavras-chave


Trabalhador-estudante; Cotidiano; Ideologia; Método dialético

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.