ANTES SÓ, AGORA ACOMPANHADO: REFLEXÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO TERAPÊUTICO EM UM SERVIÇO RESIDENCIAL TERAPÊUTICO

Patrícia Chaves do Nascimento, Aline Aguiar Mendes

Resumo


O presente artigo tem como objetivo principal refletir sobre a experiência da clínica do Acompanhamento Terapêutico com pacientes psicóticos em um Serviço Residencial Terapêutico evidenciando o processo de reabilitação psicossocial oportunizado por essa clínica. Os recursos metodológicos utilizados na pesquisa que subsidia as elaborações sistematizadas neste artigo foram o relato de experiência e uma pesquisa teórica. Utilizamos os mesmos para problematizar os desafios e possibilidades da clínica do Acompanhamento Terapêutico enquanto um dispositivo clínico e político de desinstitucionalização da loucura e de sua reabilitação psicossocial. Como resultados deste estudo, apresentamos as potencialidades do Acompanhamento Terapêutico no processo de reabilitação psicossocial de pacientes psicóticos em um Serviço Residencial Terapêutico a partir do relato de experiência descrito. E destacamos a efetividade da clínica do Acompanhamento Terapêutico como uma clínica de efeitos e afetamentos.

Palavras-chave


Acompanhamento Terapêutico; Psicose; Reabilitação Psicossocial; Serviço Residencial Terapêutico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas

Licença Creative CommonsEsta obra está protegida com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.
SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar