UMA RELAÇÃO AMOROSA SEM CIÚMES? O POLIAMOR SOB A PERSPECTIVA DA ABORDAGEM DA GESTÁLT-TERAPIA

Eustaquio Oliveira Lopes Junior, MariaIgnez Costa Moreira

Resumo


O objetivo principal deste artigo é a apresentação da pesquisa realizada sobre as relações poliamorosas e a existência ou não do ciúme nessas relações, sob a perspectiva da abordagem gestáltica. As relações poliamoro-sas são aquelas vividas por mais de duas pessoas, com a ciência e o livre consentimento de todos e todas en-volvidos (as), neste sentido as relações poliamorosas diferem do padrão das relações monogâmicas e hetero-normativas. A pesquisa, de cunho qualitativo, foi conduzida por meio da estratégia da netnografia. A netnogra-fia tem se afirmado como uma ferramenta metodológica que permite ao pesquisador tomar como campo de pesquisa as redes sociais. Tal escolha implicou na conexão do pesquisador, com a autorização dos membros, em um grupo virtual de poliamoristas que tem como finalidade a troca de suas experiências. Os relatos das conversações, por aplicativos de conversa virtual, foram analisadas a partir das categorias do ciúme, da com-persão e da maturidade, compreendidas pela teoria da Gestal-terapia.

Palavras-chave


Poliamor; Ciúme; Compersão; Maturidade; Gestal-terapia

Texto completo:

PDF

Referências


ALVIM, Mônica Botelho. Awareness: experiência e saber da experiência. In: Gestalt-terapia conceitos fundamentais. FRAZÃO, Lilian Meyer e FUKUMITSU, Karina Okajima (org). São Paulo. Summus, 2014.

ANDRADE, Celana Cardoso. Autossuporte e heterossuporte. In: Gestalt-terapia conceitos fundamentais. FRAZÃO, Lilian Meyer e FUKUMITSU, Karina Okajima (org). São Paulo. Summus, 2014.

BAUMAN, Zygmunt. Amor Líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro/RJ: Editora Zahar, 2004.

CARDELLA, Beatriz Helena Paranhos. Ajustamento criativo e hierarquia de valores ou necessidades. In: Gestalt-terapia conceitos fundamentais. FRAZÃO, Lilian Meyer e FUKUMITSU, Karina Okajima (org). São Paulo. Summus, 2014.

COSTA, Jurandir Freire. Ordem Médica e Norma Familiar. Rio de Janeiro: Graal, 1983.

D’ACRI, Rêgo Macedo e MORAES, Gladys Costa. Contato: funções, fases e ciclos de contato. In: Gestalt-terapia conceitos fundamentais. FRAZÃO, Lilian Meyer e FUKUMITSU, Karina Okajima (org). São Paulo. Summus, 2014.

DEL PRIORE, Mary. Ao Sul do Corpo. Condição feminina, maternidades e mentalidades no Brasil Colônia. Rio de Janeiro: José Olympio, 1995.

DIAS, Vanina Costa. “Morando na rede” novos modos de constituição da subjetividade de adolescentes nas redes sociais. 2015. 235 f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015.

ÊXODO. In: A Bíblia: tradução ecumênica. São Paulo: Paulinas, 2002.

FRANÇA, Matheus Gonçalves. Além de dois existem mais: estudo antropológico sobre o Poliamor em Brasília/ DF. 2016. 136 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Universidade de Brasília, Brasília, 2016.

FREIRE, Sandra Elisa de Assis. POLYAMORY, A NON-EXCLUSIVE WAY OF LOVING: VALUES AND AFFECTIVE S CORRELATES.2013. 258 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013.

PILÃO, Antônio. Entre a liberdade e a igualdade: princípios e impasses da ideologia poliamorista. Cadernos pagu (44), janeiro-junho de 2015, 391-422.

SANTANA, Márcia Cristina de Souza. Poliamar é possível: saúde, cuidado e famílias. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade de Brasília, 2015.

SCHILLINGS, Angela. Concepção de neurose em Gestalt-terapia. In: Gestalt-terapia conceitos fundamentais. FRAZÃO, Lilian Meyer e FUKUMITSU, Karina Okajima (org). São Paulo. Summus, 2014.

VAITSMAN, Jeni. Flexíveis e Plurais. Identidade, casamento e família em circunstâncias pós-modernas. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

VIDA POLIAMOR. Disponível em: https://vidapoliamor.wordpress.com. Acesso em: 10 jan. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas

Compartilhar no Facebook



Licença Creative CommonsEsta obra está protegida com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.