O HOMEM DOS LOBOS E A QUERELA DOS DIAGNÓSTICOS: DA CENA PRIMÁRIA AO FIM DE ANÁLISE

  • Elizabeth Fátima Teodoro Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Mardem Leandro Silva Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Daniela Paula do Couto Universidade Federal de Minas Gerais http://orcid.org/0000-0001-5315-4087
Palavras-chave: Caso clínico, Freud, Homem dos lobos, Diagnóstico, Psicanálise

Resumo

O caso clínico do Homem dos lobos descrito por Freud no texto "História de uma neurose infantil", completou 100 anos de sua publicação no ano de 2018 e mesmo diante dessa extensão temporária inúmeros aspectos do caso se destacam como fundamentais para se pensar alguns impasses atuais. Objetiva-se, neste artigo, investigar tal caso por meio dos seguintes eixos -  cena primária, enquanto uma realidade material e/ou psíquica; a multiplicidade diagnóstica, problematizando a quantidade de hipóteses diagnósticas depreendidas das análises e releituras do caso; e a fixação do tempo para o fim de análise, buscando compreender se foi ou não um manejo precipitado. A metodologia escolhida foi a investigação teórica com base nos textos freudianos, sem desconsiderar outras articulações de outros autores psicanalíticos. O estudo apontou para o desenvolvimento do conceito de cena primária; a diversidade diagnóstica e o fim de análise. Em termos contemporâneos, o caso mostra-se bastante atual, principalmente, no que concerne à querela diagnóstica a respeito das classificações do sofrimento mental em tempos de supremacia do DSM-5.

Biografia do Autor

Elizabeth Fátima Teodoro, Universidade do Estado de Minas Gerais

Enfermeira graduada pelo UNIFOR/MG. Graduanda em Psicologia, pela UEMG/Divinópolis. Mestranda em Psicologia, na linha de pesquisa Conceitos Fundamentais e Clínica Psicanalítica: Articulações, pela Universidade Federal de São João del-Rei.

Mardem Leandro Silva, Universidade do Estado de Minas Gerais
Psicólogo graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Mestre em Psicologia, na linha de pesquisa Conceitos Fundamentais e Clínica Psicanalítica,
pela Universidade Federal de São João del Rei. Doutorando em Psicologia, na linha de pesquisa Conceitos Fundamentais em Psicanálise e Investigações no Campo Clínico e Cultura , pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor no Curso de Psicologia da Universidade do Estado de Minas Gerais - Unidade Acadêmica Divinópolis. 

Daniela Paula do Couto, Universidade Federal de Minas Gerais
Psicóloga graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Mestre em Psicologia, na linha de pesquisa Conceitos Fundamentais e Clínica Psicanalítica, pela Universidade Federal de São João del-Rei. Doutoranda em Psicologia, na linha de pesquisa Conceitos Fundamentais em Psicanálise e Investigações no Campo Clínico e Cultura, pela Universidade Federal de Minas Gerais

Referências

AFLALO, Agnès. Perspectivas do final da análise do Homem dos Lobos. In: FIGUEIRÓ, Ana Maria; LAIA, Sérgio (orgs.). O homem dos lobos... com Lacan. Belo Horizonte: Scriptum Livros, 2011a. Parte 1, p. 15-52.

AFLALO, Agnès. Reavaliação do caso do Homem dos Lobos. In: FIGUEIRÓ, Ana Maria; LAIA, Sérgio (orgs.). O homem dos lobos... com Lacan. Belo Horizonte: Scriptum Livros, 2011b. Parte 1, p. 53-122.

BARRETO, Cristiane. O “Homem dos Lobos”: a precipitação do término do tratamento. In: FIGUEIRÓ, Ana Maria; LAIA, Sérgio (orgs.). O homem dos lobos... com Lacan. Belo Horizonte: Scriptum Livros, 2011. Parte 1, p. 185-199.

FREUD, Sigmund. História de uma neurose infantil (1918[1914]). In: FREUD, Sigmund. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1996, v. 17, p. 11-127.

FREUD, Sigmund. Três ensaios sobre a teoria da sexualidade (1905). In: FREUD, Sigmund. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1996, v. 7, p. 117-231.

GARCEZ, Marcia Müller; COHEN, Ruth Helena Pinto. O tempo na clínica psicanalítica: um estudo sobre o Homem dos Lobos. ECOS – Estudos Contemporâneos da Subjetividade, v. 1, n. 1, s./d. Disponível em: <http://www.periodicoshumanas.uff.br/ecos/article/view/682/551>. Acesso em: 05 out. 2018.

GARCIA-ROZA, Luiz Alfredo. Artigos de metapsicologia, 1914-1917: narcisismo, pulsão, recalque, inconsciente. 7. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

GAY, Peter. Freud: uma vida para o nosso tempo. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

JONES, Ernest. A vida e a obra de Sigmund Freud - volume 2 (1901-1919). Rio de Janeiro: Imago, 1989.

MAHONY, Patrick. Gritos do homem dos lobos. Rio de Janeiro: Imago, 1992.

MILLER, Jacques-Alain. O rouxinol de Lacan. 2003. Disponível em: <http://ea.eol.

org.ar/03/pt/textos/txt/pdf/el_ruisenor.pdf>. Acesso em: 05 out. 2018.

QUINET, Antônio. Um olhar a mais: ver e ser visto na psicanálise. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

QUINODOZ, Jean-Michel. “História de uma neurose infantil (O homem dos lobos)” (1918b). In: QUINODOZ, Jean-Michel. Ler Freud: guia de leitura da obra de S. Freud. Porto Alegre: Artmed, 2007. p. 175-184.

ROUDINESCO, Elisabeth; PLON, Michel. Pankejeff, Serguei Constantinovitch

(1887-1979), caso Homem dos Lobos. In: ROUDINESCO, Elisabeth; PLON, Michel. Dicionário de Psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1998. p. 564-567.

TEIXEIRA, Vanessa Leite. A escolha do sintoma na neurose obsessiva. Mosaico: Estudos em Psicologia, Belo Horizonte, v.1, n.1, 2007. Disponível em: <https://seer.ufmg.br/index.php/mosaico/article/view/4343/3153>. Acesso em: 05 out. 2018.

TIRONI, Angélica Cantarella. O caso paradigmático de O Homem dos Lobos. Revista aSEPHallus de Orientação Lacaniana, Rio de Janeiro, v.9, n.17, nov. 2013/abr. 2014. Disponível em: < http://www.isepol.com/asephallus/numero_17/revista_17/pdf/ocaso.pdf>. Aceso em: 05 out. 2018.

VERSIANI, Estela R. A realidade “ora-psíquica-ora-material” em Freud. Ágora, Rio de Janeiro, v.4, n.1, jun. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982001000100009&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 05 out. 2018.

Publicado
16-12-2019
Como Citar
TEODORO, E. F.; SILVA, M. L.; COUTO, D. P. DO. O HOMEM DOS LOBOS E A QUERELA DOS DIAGNÓSTICOS: DA CENA PRIMÁRIA AO FIM DE ANÁLISE. Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas, v. 4, n. 8, p. 250-267, 16 dez. 2019.
Seção
Artigos de temática livre