ALGUMAS NOTAS SOBRE AS MUTAÇÕES DO MESTRE: O ANTIGO, O MODERNO E O CONTEMPORÂNEO, QUAIS AS IMPLICAÇÕES?

  • Lucas Anselmo Polido Lopes Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Discurso do mestre, Discurso do capitalista, Laço social, Ciência

Resumo

RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo discorrer acerca das mutações do discurso do mestre e suas implicações para a sociedade e para o sujeito. Nesse sentido, apresenta-se a teoria dos discursos desenvolvida por Lacan, bem como os discursos do mestre antigo, moderno e contemporâneo. Esse último sobre a perspectiva do discurso do capitalista. Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliográfica que abrange os discursos radicais, o discurso do capitalista e a teoria psicanalítica sobre os laços sociais. A teoria dos discursos é apresentada como forma de investigação dos embaraços à nível social. Como resultados aponta-se que a ciência aliada ao discurso do capitalista tem contribuído para o mal-estar contemporâneo a medida em que excluí a singularidade do sujeito e, ao mesmo tempo, quebra com a possibilidade de laço entre os sujeitos em prol da conexão sujeito-objeto. Como forma de enfretamento a essa perspectiva é indicada a ética da psicanálise, que valoriza a singularidade de cada sujeito, restituindo as diferenças no cerne do laço social.

Referências

ANDRADE JÚNIOR, Moisés de. O desejo em questão: ética da psicanálise e desejo do analista. Psychê, São Paulo, v.11, n.21, p. 183-196, 2007. Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1415-11382007000200013
>. Acesso em: 16 jan. 2020.

COUTO, Luis Flávio Silva et al. Os discursos lacanianos como laços sociais. Revista Subjetividades. Fortaleza, v. 18, n. 3, p. 93-103, 2018. Disponível em: .Acesso em: 23 dez. 2019.

LACAN, Jacques. Aristóteles e Freud: a outra satisfação. In: LACAN, Jacques. O seminário livro 20: mais, ainda (1972-1973). Tradução de M.D. Magno. Rio de Janeiro: Zahar, 2008. Cap. 5, p.57-69.

LACAN, Jacques. O seminário livro 17: o avesso da psicanálise (1969-1970). Tradução de Ari Roitman et al. Rio de Janeiro: Zahar, 1992.

LACAN, Jacques. A fantasia fundamental. In: LACAN, Jacques. O seminário livro 6: o desejo e sua interpretação (1958-1959). Tradução de Claudia Berliner. Rio de Janeiro: Zahar, 2016. Cap. 20, p.383-400.

LIMA, Nádia Laguárdia. As incicências do discurso do capitalista sobre os modos de gozo contemporâneos. Revista Mal Estar e Subjetividade, Fortaleza, v. 13, n. 3-4, p. 461-498, set/dez. 2013. Disponível em:< http://pepsic.bvsalud.org/pdf/malestar/v13n3-4/02.pdf>
Acesso em: 03 jan. 2020.

MANDIL, Ram. O mestre contemporâneo e o analista. In: Curinga, Belo Horizonte: EBP, n.47, 2019, p. 82-89.

MILLER, Jacques-Alain. Questão de escola: proposta sobre a garantia. Opção Lacaniana on-line. Belo Horizonte, Ano 8, n. 23, p. 1-5, julho 2017. Diponível em: < http://www.opcaolacaniana.com.br/pdf/numero_23/Questao_de_Escola.pdf>. Acesso em: 18 jan. 2020.

QUINET, Antonio. O campo do gozo e seus discursos. In: QUINET, Antonio. Psicose e laço social: esquizofrenia, paranoia e melancolia. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2009. Cap. 2, p. 24-
46.

RABINOVICH, Diana. O Psicanalista entre o mestre e o Pedagogo. Cadernos de Psicologia da UFMG, Belo Horizonte, v. 11, p.9-28, 2001.

SIRELLI, Nilda Martins. Objeto a e Outro: cede-se uma libra de carne. Trivium: Estudos Interdisciplinares, Rio de Janeiro, v. 9, n. 2, p.257-266, 2017. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-48912017000200011&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 15 jan. 2020.

SOUZA, Aurélio. Os discursos na Psicanálise. Salvador: Companhia de Freud, 2003.

THIOLLENT, Michel. Maio de 1968 em Paris: testemunho de um estudante. Tempo social, São Paulo , v. 10, n. 2, p. 63-100, 1998 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20701998000200006&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 28 dez. 2019.
Publicado
07-09-2020
Como Citar
ANSELMO POLIDO LOPES, L. ALGUMAS NOTAS SOBRE AS MUTAÇÕES DO MESTRE: O ANTIGO, O MODERNO E O CONTEMPORÂNEO, QUAIS AS IMPLICAÇÕES?. Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas, v. 5, n. 9, p. 159-178, 7 set. 2020.
Seção
Artigos de temática livre