A visita domiciliar na Atenção Primária à Saúde na perspectiva dos profissionais de saúde de uma UAPS de Betim

  • Gabriela Nastasha Chimbida Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais -PUC MINAS Betim.
  • Valéria Alvarenga Mendeiros Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – Betim
Palavras-chave: Visita domiciliar. Atenção Primária à Saúde. Profissionais de saúde. Sistematização da visita domiciliar.

Resumo

Este estudo objetivou pesquisar as estratégias de viabilização da visita domiciliar em uma Unidade de Atenção Primaria à Saúde (UAPS). Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa. Foram entrevistados dez profissionais de saúde que atuam em uma UAPS do município de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Os dados coletados foram submetidos a análise de conteúdo temático que gerou duas categorias: Critérios técnicos de organização da visita domiciliar no nível local e Percepção dos profissionais da Atenção Primária à Saúde acerca da prática da visita domiciliar. A visita domiciliar (VD) oportuniza a operacionalização das políticas em assistência à saúde e a identificação das necessidades da população. O estudo possibilitou averiguar as normativas locais e as perspectivas dos profissionais em saúde da Atenção Primaria à Saúde (APS) a respeito desta atividade.

Biografia do Autor

Gabriela Nastasha Chimbida, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais -PUC MINAS Betim.
Enfermeira, cursando o Programa de Residência  em Saúde da Família de Betim, MG.
Valéria Alvarenga Mendeiros, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – Betim
Mestre em Enfermagem, doutoranda e docente da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – Betim. Rua do Rosário, 1081. Angola, Betim, MG, CEP: 32604-115
Publicado
2016-12-14
Seção
SINAPSE DA SAÚDE