DAVID MORETZSOHN CAMPISTA:

DO JARDIM DE INFÂNCIA À FRUSTRADA CANDIDATURA PRESIDENDIAL E O OSTRACISMO POLÍTICO.

  • Renato Somberg Pfeffer Fundação João Pinheiro de Minas Gerais
Palavras-chave: David Moretzsohn Campista, Trajetória Política, Jardim de Infância, Brasil República, História Política

Resumo

David Moretzsohn Campista (1863-1911)  foi um dos integrantes da jovem força parlamentar e ministerial arquitetada por Afonso Pena (1847-1909), conhecida como jardim de infância, em um momento da República brasileira marcado pelo personalismo, fraude e violência política. Orientado pelos princípios da Nova História Política, o presente artigo pretende discutir a trajetória deste político mineiro que ocupou cargos relevantes em nível estadual (deputado constituinte e estadual, comissário de imigração e secretário de estado por duas vezes), federal (deputado federal e ministro de Estado), quase foi candidato à sucessão presidencial de Afonso Pena e acabou relegado ao  ostracismo. Por meio da biografia, escritos e discursos de Campista é possível vislumbrar a experiência do poder político nos primórdios da República, em especial, do papel desempenhado por um dos representante de uma geração humanista, conhecedora da filosofia política europeia e dos problemas nacionais. Para construção do artigo foram consultadas fontes primárias e secundárias, entre elas,  anais parlamentares, relatórios governamentais,  um livro escrito por Campista na Itália, jornais da época, referências biográficas e bibliográficas, entre outras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Somberg Pfeffer, Fundação João Pinheiro de Minas Gerais

Doutor em Filosofia pela Universidade Complutense de Madri. Mestre em Sociologia pela UFMG. Pós graduado em História do Brasil pela Pucminas. Graduado em Comunicação pela UFMG e História pela FAFI-BH. Pesquisador e professor da Fundação João Pinheiro de Minas Gerais.

Referências

BARBOSA, Rui. Carta de Rui Barbosa à Afonso Pena em 16 de dezembro de 1908. In: VISCARDI, Cláudia M. R. Teatro das Oligarquias: uma revisão da "política do café com leite". Belo Horizonte: C/Arte, 2001.
CAMPISTA, David Moretzshon. Anais do Congresso Constituinte do Estado de Minas Gerais (1891). Disponível em: . Acesso 18 jan. 2022.
CAMPISTA, David Moretzshon. Anais dos Trabalhos da Câmara dos Deputados do Estado de Minas Gerais (1891-1892). Disponível em: . Acesso 18 jan. 2022.
CAMPISTA, David Moretzshon. Circular sobre o censo agrícola contendo questionário enviado para diversos municípios pela Secretaria da Agricultura em 17 de setembro de 1892. Minas Gerais. Órgão Oficial dos Poderes do Estado, Ouro Preto, ed. 142, 15 de setembro de 1892, p. 865.
CAMPISTA, David Moretzsohn. Relatório apresentado ao Dr. Presidente do Estado de Minas Gerais pelo Secretário de Estado dos Negócios da Agricultura, Comércio e Obras Públicas Dr. David Moretzsohn Campista (1894). In: Inventário do fundo da Secretaria da Agricultura, Viação e Obras Públicas 1891-1962, Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado da Cultura Arquivo Público Mineiro, Col. 252.
CAMPISTA, David Moretzshon. Lo Stato di Minas Geraes. Informazioni utili agli emigranti, operai e capitalisti. Gênova: Tipografia instituto surdo-mudo, 1896.
CAMPISTA, David Campista. Relatório apresentado ao Presidente do Estado de Minas pelo Secretário de Negócios das Finanças Dr. David M. Campista (1901). Cidade de Minas, Imprensa Oficial, 1901, p. 3-34. Disponível em: . Acesso em 1 de nov. 2021.
CAMPISTA, David Campista. Anais da Câmara dos Deputados (1904). Disponível em: < https://www.senado.leg.br/publicacoes/anais/asp/rp_anaisrepublica.asp>. Acesso 5 jul. 2022.
CAMPISTA, David Campista Moretzshon (1905). Oração de paraninfo. In: Digesto Econômico, Associação Comercial de São Paulo e da Federação do Comércio do Estado de São Paulo, n. 35, outubro de 1947, ano III, p. 60-70.
CAMPISTA, David Campista. Anais da Câmara dos Deputados (1906). Disponível em: < https://bd.camara.leg.br/bd/handle/bdcamara/26259>. Acesso 5 jul. 2022.
CAMPISTA, David Moretzsohn. Carta de David Campista a João Pinheiro em 16 de janeiro de 1907. Caixa 17, número 2336, fundo João Pinheiro, APM.
CAMPISTA, David Campista. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado dos Negócios da Fazenda Dr. David M. Campista no anno de 1907. Disponível em: . Acesso em 16 de julho 2022.
CAMPISTA, David Campista. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado dos Negócios da Fazenda Dr. David M. Campista no anno de 1908. Disponível em: < http://memoria.org.br/ia_visualiza_bd/ia_vdados.php?cd=meb000000390&m=3118&n=rmfazenda1907>. Acesso em 16 julho 2022.
CAMPISTA, David Campista. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado dos Negócios da Fazenda Dr. David M. Campista no anno de 1909. Disponível em: . Acesso em 16 julho 2022.
CARVALHO, Antônio Gontijo de. Uma conspiração contra a inteligência: vida e obra de David Campista. Vitória: Artenova, 1968.
CARVALHO, Antônio Gontijo de. Ensaios biográficos. São Paulo: Revista dos tribunais, 1951.
CARVALHO, José Murilo de. D. Pedro II. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
DECRETO N. 795. Ouro Preto, 30 de Novembro de 1894. Disponível em:
. Acesso em:
27. jun. 2022.
ERIKSEN, Trond Berg; HARKET, Hakon; LORENZ, Einhart. História do Antissemitismo. Da Antiguidade aos nossos dias. Lisboa: Edições 70, 2010.
FRANCO, Afonso A de M. Um estadista da República. V. 1 e 2. Rio de Janeiro: José Olympio, 1955.
HALLOWAY, Thomas H. Vida e morte do Convênio de Taubaté: a primeira valorização do café. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.
LACOMBE, Américo J. Afonso Pena e sua época. Rio de Janeiro: José Olympio, 1986.
MONTEIRO, Norma de G. (org.) V Seminário de estudos mineiros. A República Velha em Minas Gerais. Belo Horizonte: UFMG/PROED, 1982.
O PHAROL. Anúncio de missa fúnebre de Emília Moretzsohn Campista. O Pharol, Juiz de Fora, Minas Gerais, 10 de mai. 1887, n. 105, p 3. Disponível em: < http://memoria.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=258822&pagfis=4735>. Acesso em 3 de fev. 2022.
O PHAROL. Anúncio de missa fúnebre de David Moretzsohn Campista. O Pharol, Juiz de Fora, Minas Gerais, 18 de out. 1911, n. 247, p 2. Disponível em: . Acesso em 3 de fev. 2022.
REVISTA INDUSTRIAL DE MINAS GERAES, 1896. Ed. 20-21, 1896, p. 245. Disponível em: . Acesso em 23 jun. 2022.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. O espetáculo das raças: instituições e questão racial no Brasil - 1870-1930. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.
VENÂNCIO FILHO, Alberto. Carlos Peixoto e o Jardim da Infância. Revista do IHGB. Rio de Janeiro, v. 297, 1972.
VISCARDI, Cláudia Maria Ribeiro. Minas de Dentro para fora: a política interna mineira no contexto da primeira república. Locus: revista de história. V. 5, N. 2. Juiz de Fora: EDUFJF, 1999.
VISCARDI, Cláudia Maria Ribeiro. O teatro das oligarquias: uma revisão da política do "café com leite". Belo Horizonte: C/Arte, 2001.
VISCARDI, Cláudia Maria Ribeiro. Campista, Davi. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/CAMPISTA,%20Davi.pdf. Acesso 17 jun. 2022.
Publicado
13-07-2023
Como Citar
PFEFFER, R. S. DAVID MORETZSOHN CAMPISTA:. Cadernos de História, v. 24, n. 40, p. 118-139, 13 jul. 2023.
Seção
Temática Livre - Artigos