ARENDT E A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA: COMENTÁRIOS INTRODUTÓRIOS

  • José João Neves Barbosa Vicente Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)
Palavras-chave: Arendt; Liberdade; Política; Povo., Arendt. Liberdade. Política. Povo.

Resumo

A contribuição de Arendt ao pensamento político Ocidental é indiscutível, nesse campo, ela ocupa lugar de destaque. Seus escritos sobre a política se tornaram referências, principalmente para aqueles que buscam compreender o pensamento político contemporâneo. Com uma linguagem clara e inclinada a compreender, Arendt refletiu profundamente sobre vários assuntos em seus escritos, defendeu a liberdade e a “pluralidade humana” como essenciais à política e fez algumas considerações importantes e pertinentes sobre a democracia representativa que merecem ser divulgadas, ainda que, para alguns autores, ela não seja uma “teórica” da democracia, pelo menos como o “termo” é comumente compreendido. Neste artigo, o objetivo fundamental é destacar e apresentar de modo introdutório, alguns pontos dessas considerações como elas aprecem na obra Da revolução. A proposta não é discuti-las e nem confrontá-las necessariamente com outras ideias ou teorias, mas sim apenas apresenta-las em único espaço. De um modo geral, todas essas considerações de Arendt sobre a democracia representativa presentes em sua obra, foram elaboradas por ela a partir do seu estudo sobre a Revolução Americana. Apesar de serem breves, essas considerações são imprescindíveis para o debate e a compreensão da democracia, principalmente em épocas em que a política gera muitas dúvidas e desconfianças.

Biografia do Autor

José João Neves Barbosa Vicente, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Professor de Filosofia da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Publicado
02-07-2020
Como Citar
Vicente, J. J. N. B. (2020). ARENDT E A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA: COMENTÁRIOS INTRODUTÓRIOS. Sapere Aude, 11(21), 70-81. https://doi.org/10.5752/P.2177-6342.2020v11n21p70-81
Seção
ARTIGOS/ARTICLES: DOSSIÊ/DOSSIER