CHAMADA PARA DOSSIÊ
 
Educação para as Relações Étnico-Raciais e as Políticas Públicas Educacionais

Após anos da promulgação das Leis nº 10.639/2003 e 11.645/2008, vê-se que ainda existe um processo de racismo institucionalizado, e a Educação para as Relações Étnico-Raciais em sua concepção traz a necessidade de empardecer mais e mais, enquanto Política Pública, no combate do racismo e de todas as formas de discriminação. É preciso repensar e brevemente fazer uma reflexão das práticas e saberes para a redução dessa desigualdade que assola o território brasileiro.
Ao se pensar nesse dossiê, além das Relações Étnico-Raciais e necessário discutir a Política Pública Educacional, tendo em vista que  de acordo com Gomes, “no Brasil, ser negro é tornar-se negro. O conhecimento dessas questões pode nos ajudar a superar o medo e/ou desprezo das diferenças raciais ainda presente na escola e na sociedade. Entender essa complexidade é uma tarefa dos/as profissionais da educação. É tarefa de uma escola que se quer cidadã e, por isso mesmo, não pode deixar de incluir a questão racial no seu currículo e na sua prática”, por isso, convidamos pesquisadoras/es e interessados/as em geral a publicarem seus estudos, contribuindo para a divulgação de conhecimentos produzidos nessa área temática.
 
Prazo: Até 30 de agosto de 2020
Publicação: O dossiê será publicado no vol. 8, n. 17,  (2020)
Normas para publicação: Consultar as Diretrizes para autores
 
Organizadores
Yuri Miguel Macedo (UFSB - UFES)
Kiusam de Oliveira (USP - Osibàtá Produções)