Perspectiva Interdisciplinar da Teologia no Brasil: O debate epistemológico da Área de Ciências da Religião e Teologia

Alex Villas Boas

Resumo


O presente artigo pretende fazer uma breve reflexão sobre o desenvolvimento histórico da epistemologia teológica no Brasil, com ênfase na teologia católica, de acordo com as mudanças ocorridas nas condições da produção de conhecimento científico desde a modernidade, sobretudo, com o surgimento das Ciências da Religião. Tal proposta pretende situar tal debate epistemológico apontando alguns fatos históricos de maior relevância, a fim de captar as principais tendências. Com isso, pretende-se apresentar como se desenvolveu o perfil interdisciplinar da Teologia no Brasil, dentro do debate da Área de Ciências da Religião e Teologia, como caso sui generis, de uma via cooperativa e de perspectiva compartilhada entre as duas áreas de conhecimento.


Palavras-chave


Epistemologia Teológica, Teologia e Ciência(s) da(s) Religião(s), Interdisciplinaridade

Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, Juarez José Tuchinski dos. O Catecismo de Montpellier e a educação da criança no Brasil Imperial. Cadernos de Pesquisa, v.46 n.162 (2016), p.1028-1048.

ARAGÃO, Gilbraz. Encruzilhada dos Estudos de Religião No Brasil. Revista De Teologia e Ciências Da Religião, UNICAP, V. 5, n. 1, 2015, p. 319-337.

ARAGÃO, Gilbraz. Sobre epistemologias e diálogos: Fenomenologia, diálogo inter-religioso e hermenêutica in CRUZ, E. R.; DE MORI, G. Teologia e Ciências da Religião. São Paulo: Belo Horizonte: ANPTECRE/Editora PUC Minas/Editora Paulinas, 2011, p. 95-142.

AZEVEDO, João Lúcio (1918). História de Antônio Vieira. Tomo I. Alameda Casa Editorial: São Paulo, 2008.

BAPTISTA, Paulo Agostinho N. Desafios das Epistemologias Decoloniais e do Paradigma Ecológico para s Estudos de Religião. Interações, Belo Horizonte, v. 13. n. 23 (2018), p. 94-114.

BAPTISTA, Paulo Agostinho N. Pensamento decolonial, teologias pós-coloniais e Teologia da Libertação. Perspectiva Teológica, Belo Horizonte, v. 48, n. 3, (2016) p. 491-517.

BEA, Augustin. La Costituzione Apostolica “Deus Scientiarum Dominus”: Origine e Spirito in Gregorianum, vol. 22, n. 4 (1941), p. 445-466.

BERNAUER, James; CARRETTE, Jeremy. Michel Foucault and Theology: The Politics of Religion Experience. Routledge: London/New York, 2004.

BESEN, José Artulino. Seminário de Azambuja: 1927-2002. Florianópolis: Colaboradores – AESA, 2002.

BOURDIEU, Pierre. Contrafogos: táticas para enfrentar a invasão neoliberal. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

BRIGHENTI, Agenor. Ciência da Religião aplicada à ação pastoral in PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank. Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas/Paulus, 2013, p. 663-676.

CAMPOS, Fabiano Victor. Explicar e compreender: a querela em torno do procedimento epistemológico próprio da Ciência da Religião. Interações, Belo Horizonte, v. 13. n. 23 (2018), p.38-72.

CAMPOS, Fernando Arruda. Tomismo Hoje: Col. Estudos Medievais 2. São Paulo: Edições Loyola/ Leopoldianum, 1989.

CAMURÇA, Marcelo. Ciências Sociais e Ciências da Religião: polêmica e interlocuções. São Paulo: Paulinas, 2008.

CAMURÇA, Marcelo. Les Sciences Religieuses: um olhar a partir do Brasil para o campo de estudo das Ciências da Religião na França. Estudos de Religião, v. 25, n. 41 (2011), p. 12-28.

CANTARELA, Antonio. A produção acadêmica em Teopoética no Brasil: pesquisadores e modelos de leitura. Teoliterária, v. 8, n. 15 (2018), p. 193-221.

CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Ciências da Religião e Teologia. Relatório de Avaliação, 2017. Disponível em: . Acesso: 25 mai. 2018.

CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Documento de Área: Filosofia, 2013. Disponível em: Acesso: 25 mai 2018.

CERTEAU, Michel (1982). A Fábula Mística: Seculos XVI e XVII. Vol. 1. Trad. Abner Chiquieri. Rio de Janeiro: GEN/Forense Universitária, 2015.

CHARDIN, Teilhard. Le Phénomène Humain. Paris : Editions du Seuil, 1955.

CRUZ, Eduardo R. Estatuto Epistemológico da Ciência da Religião. In PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank. Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas/Paulus, 2013, p. 37-49.

CRUZ, Eduardo; DE MORI, Geraldo (orgs.). Teologia e Ciências da Religião: A caminho da maioridade acadêmica no Brasil. São Paulo: Belo Horizonte: ANPTECRE/Editora PUC Minas/Editora Paulinas, 2011.

DUTRA, Luiz Henrique de Araújo. Pragmática de Modelos: natureza, estrutura e uso de modelos científicos. São Paulo: Edições Loyola, 2013.

FILORAMO, G. & PRANDI, C. “Para um Estudo Científico da Religião”; “Posfácio à III Edição Italiana”. As Ciências das Religiões. São Paulo: Paulus, 1999, p. 05-25; 285-290.

FOUCAULT, Michel. (1966). As Palavras e as Coisas: Uma arqueologia das ciências humanas. Tradução: Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

FOUCAULT, Michel. Nietzsche, Freud e Marx: Theatrum Philosoficum. São Paulo: Princípio Editora, 1997.

GEDEON, Alencar. Protestantismo Tupiniquim: Hipóteses sobre a não contribuição evangélica à cultura brasileira. São Paulo: Arte Editorial, 2005.

GENOVESI, Vincent J. Em busca do amor: moralidade católica e sexualidade humana. trad.: Barbara Theoto Lambert. São Paulo: Edições Loyola, 2008.

GISEL, Pierre. Teologia e Ciências das Religiões: por uma oposição em perspectiva. Perspectiva Teológica, v. 43, n. 120 (20110, p. 165-192.

GRESCHAT, Hans-Jürgen. O que é Ciência da Religião. Col. Repensando a Religião. São Paulo: Paulinas, 2006.

GROETHUYSEN, Bernard. Les Origines d'esprit bourgeois en France. Paris: Edité par NRF Gallimard, 1927.

GROSS, Eduardo. Considerações sobre a Teologia entre os Estudos de Religião in TEIXEIRA, Faustino. A(s) Ciência(s) da religião no Brasil: afirmação de uma área acadêmica. São Paulo, Paulinas, 2001, p. 323-346.

HUME, David (1741-42). Essay XII. Of Superstition and Enthusiasm In Essays, Moral and Political. Indianapolis: Liberty Fund, 2011.

HUME, David (1757). The Natural History of Religion. Indianapolis: Liberty Fund, 2011.

LIBÂNIO, João Batista. A religião no início do Milênio in CRUZ, Eduardo; DE MORI, Geraldo. Teologia e Ciências da Religião: A caminho da maioridade acadêmica no Brasil. São Paulo: Belo Horizonte: ANPTECRE/Editora PUC Minas/Editora Paulinas, 2011, p. 43-64.

MEC – Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Teologia (versão prévia a homologação). CNE/CES 60/2014.

MELO, Amarildo José. Jansenismo no Brasil: traços históricos de uma moral rigorista. Aparecida: Editora Santuário, 2014.

MENDONÇA, Antônio Gouveia; VELASQUES FILHO, Prócoro. Introdução ao Protestantismo no Brasil. 2ª. Ed. São Paulo: Edições Loyola, 2002.

OLIVEIRA, Natália Cristina de. Ensino Superior no Brasil: A Contribuição de Leonel Franca para a Construção das Faculdades Católicas in Anais do XVIII Educere – Congresso Nacional de Educação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC PR). Curitiba: PUC PRESS, 2017, p. 5904-5915.

PIEPER, Frederico. Aspectos históricos e epistemológicos da Ciência da Religião no Brasil. Um estudo de caso. op.mimeo. 2018

PONDÉ, Luiz Felipe. Em busca de uma Cultura Epistemológica in TEIXEIRA, Faustino (org.). A(s) Ciência(s) da religião no Brasil: afirmação de uma área acadêmica. São Paulo, Paulinas, 2001, p. 11- 66.

PYE, Michael. Estudos da Religião na Europa: Estruturas e Projetos. Numen, vol. 4, n. 1, 2001, p. 11-31.

RAHNER, Karl (1939). Geist in Welt: Zur metaphysik der endlichen Erkenntnis bei Thomas von Aquin. Münschen: Kösel-Verlag, 1964.

SAN IGNÁCIO DE LOYOLA. Constituciones de la Compañia de Jesus. In Obras Completas. Col. BAC, n. 86. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos, 1982, p. 411-627.

SANGENIS, Luiz Fernando Conde. Gênese do Pensamento Único em Educação: Franciscanismo e Jesuitismo na Educação Brasileira. Petrópolis: Editora Vozes, 2006.

SANTOS, Boaventura Sousa. Se Deus fosse um ativista dos direitos humanos. São Paulo: Cortez, 2013.

SENRA, Flávio. A verdade como um exército de metáforas: Entre o dogmático e o estético em religião e literatura in Teoliterária: Revista Brasileira de Literaturas e Teologias, v. 2, n. 4 (2012b), p. 123-132.

SENRA, Flávio; FERREIRA, Amauri Carlos. Tendência interdisciplinar das Ciências da Religião no Brasil: O debate epistemológico em torno da interdisciplinaridade e o paralelo com a constituição da área no país in Numen: revista de estudos e pesquisa da religião, Juiz de Fora, v. 15, n. 2, (2012a), p. 249-269.

SENRA, Flavio; PINTO, Helder de Souza Silva. Rupturas epistemológicas e o discurso sobre Deus. Uma leitura a partir de Michel Foucault. Horizonte, Belo Horizonte, v. 8, n. 18, (2010), p. 27-64.

SERBIN, Kenneth P. Padres, celibato e conflito social: uma história da Igreja Católica no Brasil..Tradução Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

SINNER, Rudolf von. Teologia pública no Brasil. In: SOARES, A.; PASSOS, J. (Orgs.). Teologia pública: reflexões sobre uma área de conhecimento e sua cidadania acadêmica. São Paulo: Paulinas, 2011, p. 264-276.

SOARES, A. Ciência da Religião aplicada à Teologia in PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank. Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas/Paulus, 2013, p. 649-661.

SOARES, Afonso Maria Ligório. A Teologia em diálogo com a Ciência da Religião in USARSKI, Frank (org.). O Espectro disciplinar das Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas, 2007, 281-306.

SOARES, Afonso Maria Ligório. Ciência da Religião aplicada à Teologia in PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank. Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas/Paulus, 2013, p. 649-661.

TEIXEIRA, Faustino. A(s) Ciência(s) da religião no Brasil: afirmação de uma área acadêmica. São Paulo, Paulinas, 2001.

TEIXEIRA, Faustino. Ciência da Religião e Teologia in PASSOS, João Décio; USARSKI, Frank. Compêndio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas/Paulus, 2013, p. 175-183.

TEIXEIRA, Faustino. O processo de gênese da (s) ciência (s) da religião na UFJF. Numen: revista de estudos e pesquisa da religião, Juiz de Fora, v. 15, n. 2, (2012), p. 537-550.

TOMÁS DE AQUINO. Suma Teológica. Vol. I: I Parte (questões 1-43). São Paulo: Edições Loyola, 2001.

TOMÁS DE AQUINO. Suma Teológica. Vol. IV: I Seção da II Parte (q. 49-114). São Paulo: Ed. Loyola, 2005.

TORRES-LONDOÑO, Fernando. As Constituições do Arcebispado da Bahia de 1707 e a presença da escravidão In Anais da VI Jornada Setecentista do CEDOPE – Centro de Documentação e Pesquisa em História da Universidade Federal do Paraná. Curitiba: Editora UFPR, 2005, p. 275-282.

USARSKI, Frank. Constituintes da Ciência da Religião. Col. Repensando a Religião. São Paulo: Paulinas, 2006.

USARSKI, Frank. Perfil Paradigmático da Ciência da Religião na Alemanha. In TEIXEIRA, Faustino (org.). A(s) Ciência(s) da religião no Brasil: Afirmação de uma área acadêmica., São Paulo, Paulinas, 2001, p. 67-103.

MARQUES, Ângela Cristina Borges; ROCHA, Marcelo. Memórias da fase inicial da Ciência da Religião no Brasil – Entrevistas com Edênio Valle, José J. Queiroz e Antonio Gouvêa Mendonça. REVER – Revista de Estudos da Religião, n. 1, (2007), p. 192-214.

VIEIRA, Antonio (1626). Carta Ânua Ao geral da Companhia de Jesus, 30 de setembro de 1626 in Cartas do Brasil – Organizado por João Adolfo Hansen. São Paulo: Hedra, 2003.

VILLAS BOAS, Alex. Misericórdia e Alteridade na Perspectiva Teológica do Papa Francisco. Livre Docência em Ética e Linguagem Teológica (Tese). São Paulo: Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC SP), 2017.

ZEFERINO, Jefferson. Karl Barth e Teologia Pública: Contribuições ao Discurso Teológico Público na Relação entre Clássicos Teológicos e Res Publica no horizonte da Teologia da Cidadania. Doutorado (Tese). Programa de Pós-Graduação em Teologia: Pontifícia Universidade Católica do Paraná: Curitiba, 2018.

ŽIŽEK, Slavoj. Como ler Lacan. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.




DOI: https://doi.org/10.5752/P.1983-2478.2018v13n24p260-286

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Indexadores

Sumários.org
Latindex Open Archives Harvester
REDALYC
DOAJ
  
Google Scholar

Revista Associada à ABEC

ABEC

Apoio:

FAPEMIG

INTERAÇÕES | Departamento de Ciências da Religião | PUC Minas

Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião

Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

ISSN 1983-2478 (Online)