ESPIRITUALIDADE E NATUREZA o Festival Ilumina, Alto Paraíso, Goiás

Main Article Content

Péricles Morais de Andrade Júnior
Silvério Pessoa

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo compreender o Festival Ilumina enquanto experiência religiosa constituída por uma comunidade cíclica. O artigo associa-o ao circuito neo-esotérico brasileiro. O Ilumina é compreendido como uma comunidade que estabelece, através das novas ressignificações e reinvenções dos signos das religiões legítimas, uma ecoespiritualidade constituída pela visão holística da relação entre a humanidade e o planeta, o que implica numa sacralização do meio ambiente, que passa a ser concebido como a casa comum de todos os seres existentes. Através da observação participante, a investigação demonstra como o Festival propõe uma ecoespiritualidade aos seus participantes, com ampla oferta regular de bens e serviços tangenciados por vários tipos de terapias espiritualizantes alternativas ou não convencionais, articulados com diversos movimentos, práticas e campos de atuação na contemporaneidade. Enquanto evento neo-esotérico o Ilumina incorpora os discursos de qualidade de vida e de autoconhecimento e aperfeiçoamento individual e propõe aos participantes atividades e reflexões centradas no cultivo da mente e do espírito. Mas, sobretudo, centra-se na valorização da alimentação saudável através do consumo vegano, o que simbolicamente associa-o aos seus adeptos um lugar místico de contato com natureza.

Article Details

Como Citar
ANDRADE JÚNIOR, P. M. DE; PESSOA, S. L. ESPIRITUALIDADE E NATUREZA. INTERAÇÕES, v. 15, n. 2, p. 294-314, 20 nov. 2020.
Seção
ARTIGOS
Biografia do Autor

Péricles Morais de Andrade Júnior, Universidade Federal de Sergipe

Doutor em Sociologia pela UFPE. Mestrado em Ciências da Religião (PPGCR) e História (PROHIS) ambos da UFS. Professor Associado III no Departamento de Ciências Sociais. Brasil. ORCID: 0000-0003-2505-1042. E-mail: periclesmorais@hotmail.com.

Silvério Pessoa, Universidade Católica de Pernambuco

Doutor e Mestre em Ciências da Religião da UNICAP. Professor do CTCH da UNICAP. Brasil. ORCID: 0000-0001-5761-1134. E-mail: silverio.pessoa@unicap.br.

Referências

AMARAL, Leila. Carnaval da alma: Comunidade, essência e sincretismo na Nova Era. Petrópolis: Vozes, 2000.

AMARAL, Leila. Cultura religiosa errante: o que o Censo de 2010 pode nos dizer além dos dados. In: TEIXEIRA, Faustino; MENEZES, Renata (orgs). Religiões em Movimento: o Censo de 2010. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 299-310.

BECKER, Howard. Outsiders: estudos de Sociologia do Desvio. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BOURDIEU, Pierre. Gosto de classe e estilo de vida. In: ORTIZ, Renato (org.). Pierre Bourdieu. São Paulo: Ática, 1994, p. 82-121.

BOURDIEU, Pierre. Meditações Pascalianas. São Paulo: Bertrand Brasil, 2001.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura; STEIL, Carlos Alberto. A sacralização da natureza e a 'naturalização' do sagrado: aportes teóricos para a compreensão dos entrecruzamentos entre saúde, ecologia e espiritualidade. Ambiente & Sociedade. Campinas, v. 11, n. 2. p. 289-305, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-753X2008000200006&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 06 abr. 2020. 15:00.

COMUNELO, Luciele Nardi;CARVALHO, Isabel. Ecovilas: Aprendizagens, Espiritualidade e Ecologia. Revista AVÁ, 27, dezembro 2015. Disponível em: http://www.ava.unam.edu.ar/images/27/pdf/n27a05.pdf. Acesso em: 06 abril. 2020, 14:40.

FESTIVAL Ilumina 2019. Festival Ilumina Institucional. Alto Paraíso-GO, 01 de agosto de 2019. Disponível em: https://festivalilumina.com/festival-ilumina-institucional/. Acesso em: 20 de agosto de 2019. 15:00.

GUERRIERO, Silas. A diversidade religiosa no Brasil: a Nebulosa do Esoterismo e da Nova Era. Revista Eletrônica Correlatio, n. 3, abr./2003. p. 128-140. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-metodista/index.php/COR/article/view/1806. Acesso em: 30 jul. 2019, 14:30.

GUERRIERO, Silas. A visibilidade das novas religiões no Brasil. In: SOUZA, Beatriz Muniz de; SÁ MARTINO, Luís Mauro (Org.) Sociologia da religião e mudança social. São Paulo: Paulus, 2004.

GUERRIERO, Silas. As novas espiritualidades como desafio a noção de religião. In: SILVA, Ana Rosa Cloclet da; DI STEFANO, Roberto. História das religiões em perspectiva: desafios conceituais, diálogos interdisciplinares e questões metodológicas. Curitiba: Editora Prismas, 2018. p. 111-154.

HERVIEU-LÉGER, Danièle. Representam os surtos emocionais contemporâneos o fim da secularização ou o fim da religião? Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 18, n. 1, agosto 1997. p. 31-47.

MAGNANI, José Guilherme Cantor. O circuito neo-esotérico. In: TEXEIRA, Faustino, MENEZES, Renata (Org.). As Religiões no Brasil: Continuidades e Rupturas. Petropolis: Vozes, 2006. p. 161-172.

NEGRÃO, Lísias Nogueira. Pluralismo e multiplicidades religiosas no Brasil contemporâneo. Sociedade e Estado, Brasília, v. 23, n. 2, p. 261-279, maio/ago. 2008. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/se/v23n2/a04v23n2.pdf. Acesso em: 30 jul. 2019, 15:00.

OLIVEIRA, Amurabi Pereira de. Nova Era à Brasileira: a New Age Popular do Vale do Amanhecer. Interações - Cultura e Comunidade, v. 4, n.5, 2009. p. 31-50. Disponível em http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/6685. Acesso em: 29 ago. 2019, 11:00.

SIQUEIRA, Deis. Novas religiosidades na capital do Brasil. Tempo Social, São Paulo, 14(1): 177-197, maio de 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ts/v14n1/v14n01a09.pdf. Acesso em: 29 ago. 2019, 13:00.

SILVEIRA, Emerson José Sena da. Uma metodologia para as Ciências Da Religião? Impasses metodológicos e novas possibilidades hermenêuticas. Paralellus Revista de Estudos de Religião, Recife, v. 7, n. 14, jan./abr. 2016, p. 073-098. Disponível em: http://www.unicap.br/ojs/index.php/paralellus/article/view/672. Acesso em: 29ago. 2019, 13:10.

SILVEIRA, João Paulo de Paula; SOFIATI, Flávio Munhoz. Ecologia e Espiritualidades na Modernidade Tardia: da trivialidade à ética da sustentabilidade. Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, ano 18, n. 24, jan-jul. 2016. p. 173-190. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/CienciasSociaiseReligiao/article/view/58828. Acesso em: 29 ago. 2019, 13:20.

STEIL, Carlos Alberto; CARNEIRO, Sandra Sá. Peregrinação, Turismo e Nova Era: Caminhos de Santiago no Brasil. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, 28(1): 105-124, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-85872008000100006. Acesso em: 06 abr. 2020. 14:30.