OS ANTECEDENTES DA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO ENTRE OS PROTESTANTES BRASILEIROS: A presença de Richard Shaull no Brasil - DOI 10.5752/P.2316-9451.2013v8n13p77

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Marcio Gimenes de Paula

Resumo

O objetivo do presente artigo é investigar os antecedentes da Teologia da Libertação entre os protestantes brasileiros, notadamente através da presença do missionário presbiteriano Richard Shaull (1920-2002) no Brasil dos anos 60 do século passado. Seu legado foi importante para toda uma geração de brasileiros e decisivo na formação da chamada Teologia da Libertação, em geral mais identificada, posteriormente, com a Igreja Católica. Desse modo, o intuito do presente trabalho é mostrar que tal teologia também teve impacto entre os protestantes e foi marcante para toda uma geração de ministros e leigos, a despeito de ter sido abortada tanto pelo Golpe Militar de 1964 como pela reação conservadora do próprio protestantismo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DE PAULA, M. G. OS ANTECEDENTES DA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO ENTRE OS PROTESTANTES BRASILEIROS: A presença de Richard Shaull no Brasil - DOI 10.5752/P.2316-9451.2013v8n13p77. INTERAÇÕES, v. 8, n. 13, p. 77-86, 11 maio 2013.
Seção
DOSSIÊ CONCÍLIO VATICANO II: Recuos e perspectivas
Biografia do Autor

Marcio Gimenes de Paula, PUC Minas

Doutor em filosofia pela Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Fez sua graduação em
teologia pelo Seminário Teológico Presbiteriano Independente. Atualmente é professor adjunto
do Departamento de Filosofia da Universidade de Brasília – UnB e do Programa de Pós-graduação
em Filosofia do mesmo departamento. Desenvolve pesquisas sobre Filosofia da Religião, Kierkegaard e cristianismo.