Notícias

CONFIRA AQUI AS NOSSAS CHAMADAS DE TRABALHOS ABERTAS E DEMAIS NOTÍCIAS.

Chamada de trabalhos - Literatura: Chamada para Revista Scripta. Tema: Performances da escrita - Vol. 23 – Nº 47

 

Performances da escrita é o tema organizador deste número da revista Scripta.  A escolha desta temática guarda, em sua base, um desejo de refletir, multidisciplinarmente, sobre a pluralidade das práticas da escrita. Almeja-se, assim, ampliar os debates sobre as várias práticas de realização da escrita e as variadas formas que assumem nas sociedades de diferentes tempos e espaços. A contemporaneidade se marca por uma multiplicidade de textualidades e suportes, e em função disso, por uma heterogeneidade de semioses e sentidos. A esse apelo do contemporâneo, a escrita responde não como mera modalidade da língua, mas como objeto plástico, modo de enunciação movente, tecnologia multimodal, performance, abarcando experimentações estéticas multiformes. Voltando-se para esse horizonte, este número da revista Scripta espera receber contribuições de pesquisadores da linguística, da teoria literária, da psicanálise, da história, da teoria da comunicação, dentre outras áreas, que se debrucem sobre práticas de escrita a partir de recortes que contemplem, por exemplo, a relação entre escrita, desescrita e reescrita; as textualidades da escrita; a escrita nos diferentes domínios discursivos (científico, religioso, literário, jornalístico, etc.); a escrita e os múltiplos sistemas de relações de poder; a escrita criativa; as escritas marginais; as escritas do corpo; as relações entre voz, oralidade e escrita; escrita e imagem; escrita e mundo digital. Enfim, este número da Scripta é um convite à reflexão sobre a pluralidade dos modos e das formas da escrita e como ela pode e deve ser pensada hoje.

 
Publicado: 2018-08-28 Mais...
 

Chamada de trabalhos - Linguística: Chamada para Revista Scripta. Tema: Formar pela escrita e para a escrita – olhares sobre a formação docente) - Vol. 23 – Nº 48

 

Formar pela escrita e para a escrita – olhares sobre a formação docente

A questão da escrita na formação universitária tem sido bem explorada há alguns anos: que gêneros são praticados? Quais são as dificuldades dos estudantes? Com que propósito se escreve e o que isso contribui para a formação? Quais dispositivos didáticos propor para promover o desenvolvimento das habilidades de escrita dos graduandos, para trabalhar sua relação com a escrita e para melhorar a apropriação dos conhecimentos por meio da escrita, visando à construção profissional, de modo a torná-los conscientes da função essencial da escrita nas disciplinas acadêmicas e no mundo profissional?

Neste número da Revista Scripta, focalizaremos a formação de professores. Para este público, as mesmas questões se colocam quanto às formas e funções da escrita na formação universitária em geral, e, particularmente, em relação à dimensão profissionalizante da formação universitária. No entanto, outro desafio surge: os futuros professores deverão ensinar os seus alunos a escrever.

Focalizaremos prioritariamente os professores de língua e literatura, mas também os professores não especialistas no ensino de línguas, além dos professores de todas as disciplinas que são levados a praticar a escrita em suas aulas (história, geografia, artes, ciências, etc.). Sabemos que a escrita desempenha um papel fundamental em todas as disciplinas e na apropriação pelos alunos dos conhecimentos e do saber fazer, em todos os níveis de escolaridade. Sabemos também que a escrita oferece dificuldades para os professores, que nem sempre sabem o que fazer dos escritos de seus alunos nem como levar seus alunos a escrever.

 
Publicado: 2018-08-03 Mais...