Notícias

CONFIRA AQUI AS NOSSAS CHAMADAS DE TRABALHOS ABERTAS E DEMAIS NOTÍCIAS.

Eventos: II Seminário do Grupo de Pesquisa "Da Rua: sujeitos e objetos": espaços e heterogeneidades

 

Programação do evento

Clique aqui para se inscrever

 
Publicado: 2017-09-13 Mais...
 

Chamada de trabalhos - Linguística: REVISTA SCRIPTA - V.22, N. 45 - 2018. MÍDIA E DISCURSO

 

Mídia e discurso

É inegável a participação da mídia nas escolhas políticas e nos acontecimentos sociais. Nesse contexto, cada vez mais, ela tem-se tornado objeto privilegiado das investigações dos analistas de discurso no Brasil e no exterior, dado seu poder de (re)produção de narrativas, de contrução de identidades, de imagens, enfim, de sentidos. A proposta de abordagem deste volume temático da Revista Scripta é, portanto, possibilitar a reflexão sobre questões atuais do campo do letramento midiático, tais como:

 As várias semioses que constituem o discurso midiático;

  • A construção de identidades;
  • O ativismo midiático;
  • Práticas discursivas na mídia digital;
  • Educomunicação;
  • Mídia e memória;
  • Mídia e religião;
  • Midia e Literatura;
  • Mídia e política;
  • Mídia e identidade de gênero.

 

1)    Data-final da submissão: 30 de janeiro 2018, pelo sistema SEER: http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/index.

2)    Normas para submissão: http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/about/submissions#authorGuidelines

3)    Idiomas: português, espanhol, inglês e francês e italiano.

4)    Organização:

  • Ângela Carrato (UFMG, MG);
  • Daniella Lopes Dias Ignácio Rodrigues (PUC Minas,);
 Publicação:  Maio de 2018.
 
Publicado: 2017-07-18 Mais...
 

Chamada de trabalhos - Literatura: REVISTA SCRIPTA - V. 22, N.46 / 2018 - CIDADE NA LITERATURA

 

A revista Scripta (PUC Minas, Brasil) propõe número temático dedicado ao estudo da cidade na literatura.   Sugere-se uma reflexão sobre a utilização da cidade como estratégia narrativa, entendendo a cidade como o espaço em que o fato e a imaginação se fundem, em que a unicidade e o fragmentário coexistem, aceitando e contemplando as diferenças.  Busca-se, também, um aprofundamento nas análises de utopias e distopias, maneiras de entender como os discursos contemporâneos caracterizam e entendem a cidade levando em conta a sua polifonia, mescla de estilos, suas significações e ressignificações, na tentativa de decifrar a polis situada no limite entre a realidade e a ficção

 

 

 
Publicado: 2017-07-03 Mais...
 
1 a 3 de 3 itens