A presença da Machado de Assis na contemporânea Literatura brasileira

  • Maria do Carmo Lanna Figueiredo PUC Minas
Palavras-chave: Machado de Assis, Literatura Brasileira, Memorial do fim, a morte de Machado de Assis, Linha reta e linha curva.

Resumo

Este trabalho pretende focalizar a presença de Machado de Assis na contemporânea literatura brasileira, especificamente em duas obras: Memorial do fim, a morte de Machado de Assis (1991), Linha reta e linha curva (1993). Entendendo-se tal presença como medida da durabilidade de sua obra, manifestação da contínua capacidade de diálogo com o leitor e da vitalidade que marca a ficção machadiana, explica-se, em parte, a posição privilegiada do escritor no contexto da tradição literária nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ASSIS, Machado. Notícia da atual literatura brasileira; instituto de nacionalidade. Rio de Janeiro: Aguilar, 1962. (Obra completa; v. 3)

ASSIS, Machado de et al. Linha reta e linha curva. São Paulo: Atual, 1993.

BEHAR, Lisa Block de. Una retórica del silencio, funciones del lector y procedimientos de la lectura literaria. México: Siglo XXI Editores, 1987.

CANDIDO, A. et al. Literatura e subdesenvolvimento. In: MORENO, C. F. (Coord.). América latina em sua literatura. Trad. L. J. Gaio, São Paulo: Perspectiva, 1972.

JAUSS, Hans Robert. Pour une esthétique de la recéption. Paris: Gallimard, 1978.

LINS, Osman. Lima Barreto e o espaço romanesco. São Paulo: Ática, 1976.

MARANHÃO, Haroldo. Memorial do fim; a morte de Machado de Assis. São Paulo: Marco Zero, 1991.

Publicado
21-03-1997
Como Citar
Figueiredo, M. do C. L. (1997). A presença da Machado de Assis na contemporânea Literatura brasileira. Scripta, 1(1), 84-90. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/10145
Seção
Parte 1 - Diversa