Amar por cartas - este inferno de amara

  • Matildes Demetrio dos Santos UFV
Palavras-chave: Almeida Garrett,

Resumo

Este trabalho tem por objetivo estudar o amor nas Folhas caídas e nas Cartas de amor à Viscondessa da Luz, de Almeida Garrett. Seus poemas cheios de erotismo e sensualidade, inspirados numa mulher casada, Rosa Montúrar Infante, escandalizaram a sociedade portuguesado século XIX. Suas cartas de amor, em segredo, criavam uma ficção de características místicas.

Referências

AMORIM, Gomes. Garrett, memórias biográficas. Lisboa: Imprensa Nacional, 1888.

BARTHES, Roland. Fragmentos de um discurso amoroso. 10. ed. Rio de Janeiro: F. Alves, 1990.

BRANDÃO, Júlio. Garrett e as cartas de amor. 2. ed. Porto: Livraria e Imprensa Civilização, 1926.

GARRETT, Almeida. Cartas de amor à Viscondessa da Luz. Lisboa: Empresa Nacional de Publicidade, 1954.

GARRETT, Almeida. Folhas caídas. Paris: Presses Universitaires France, 1975. v. 14.

PAZ, Octavio. A dupla chama: amor e erotismo. 3. ed. São Paulo: Siciliano, 1999.

PLATÃO. O banquete. Rio de Janeiro: Tecnoprint, [19--].

PESSANHA, José Américo. Sentidos da Paixão. São Paulo: C ia das Letras, 1987. p. 77- 103: Platão: as várias faces do amor.

ROCHA, Andrée. A Epistolografia em Portugal. 2. ed. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1985.

SÁFADY, Naief. Folhas caídas: a crítica e a poesia. 2. ed. Rio de Janeiro: F. Alves, 1965.

Publicado
1999-10-08
Seção
Parte 1 - Dossiê Almeida Garrett