Entre imagens da lua e do sol, a passagem: uma leitura antropológica de três poetas angolanas

  • Fernanda Cavacas Universidade Nova de Lisboa
Palavras-chave: Alda Lara, Ana de Santana, Paula Tavares, poesia angolana, leitura antropológica,

Resumo

Análise da produção poética de Alda Lara, Ana de Santana e Paula Tavares, poetas angolanas, sob uma óptica antropológica. O trabalho é parte de um projeto mais amplo desenvolvido pelo autor, com o objetivo de discutir critérios para os estudos comparados de literaturas de língua portuguesa. Neste caso particular, procura verificar simetrias na utilização de um repertório poético comum às escritoras e vinculado ao campo sêmico da sexualidade. Exemplifica, assim, uma forma de circulação cultural num mesmo sistema literário nacional, embora a perspectiva da análise (olhar antropológico) seja supranacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

LARA, Alda. Poesia. Luanda: União dos Escritores Angolanos, 1979.

SANTANA, Ana de. Sabores, odores & sonho. Luanda: União dos Escritores Angolanos, 1985.

TAVARES, Paula. Ritos de passagem. Luanda: União dos Escritores Angolanos, 1985.

Publicado
08-10-1999
Como Citar
Cavacas, F. (1999). Entre imagens da lua e do sol, a passagem: uma leitura antropológica de três poetas angolanas. Scripta, 3(5), 217-226. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/10316
Seção
Dossiê: Literaturas africanas de língua portuguesa