A questão da origem da metafonia no português

  • Viviane Cunha UFMG
Palavras-chave: Metafonia, bilinguismo,

Resumo

Os numerosos estudos já publicados sobre a metafonia jamais trataramde sua origem na língua portuguesa. O presente trabalho procura elucidar as origens desse fenômeno no nosso idioma, remontandoà época do romanço, relacionando-o com o superestrato germânico, atribuindo ao bilingüismo latino-visigodo o ponto de origem, bem como o elemento favorecedor do surgimento da metafonia na língua portuguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BLAYLOCK, Curtis. Hispanic metaphony. Romance Philogy, n. 3, p. 253-271, 1965.

BUESCU, L. C. Ortografia e origem da língua portuguesa de Duarte Nunes de Leão. (Ed., notas e comentários). Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1983.

BYNON, THEODORA. Historicallinguistics. Cambridge: Cambridge University Press, 1983.

CAFEZEIRO, Edwaldo M. A metafonia portuguesa: aspectos sincrônicos e diacrônicos. Rio de Janeiro: UFRJ, 198 1. (Tese de Doutoramento).

CAVACAS, Augusto d'Almeida. A língua portuguesa e sua metafonia. Rio de Janeiro: Lucerna, 1992.

CUNHA, Viviane. Um traço do vocalismo português: a metafonia. Belo Horizonte: UFMG, 1991. (Dissertação, Mestrado em Língua Portuguesa).

DIAZ Y DIAZ, Manuel C. Antología dellatin vulgar. Madrid: Gredos, 1981.

GOMES, Lindolfo. Metafonia no plural de nomes. Revista de Filologia Portuguesa, São Paulo, n. 19/20, p. 125- 132, 1925.

JUCÁ FILHO, Cândido. O fator psicológico na mutação vocá lica portuguesa . Boletim de Filologia, Lisboa, n. 18, p. 143-153, 1961.

LEHISTE, Ilse. Lectures on language contact. Cambridge: MIT Press, 1988.

LEONARD JR., Clifford S. Umlaut in Romance; an essay in linguistic archaeology. Grossen-Linden: Hoffmann , 1978.

LOURO, José Inês. Metafonia de E tônico em português. Boletim de Filologia, Lisboa, n.20, p. 105- 11 3, 1961.

MARTINET, André. Economia de los cambios fonéticos. Madrid: Gredos, 1974.

PIEL, Joseph M. Considerações sobre a metafonia portuguesa. Biblos, Coimbra, XVIII, t. II, p. 365-371, 1942.

SEQUEIRA, F. J. M. Aspectos do português arcaico. Lisboa: Livraria Popular, 1943.

SILVA NETO, Serafim da. História da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Presença, 1986.

SILVEIRA, Olmar G. da. A "Grammatica" de Fernão d'Oliveyra. Ed. Diplomática. Texto reprod. da I. ed. (1536). Rio de Janeiro: S. E., 1954.

VASCONCELOS, Carolina M. de. A metafonia na língua portuguesa. Revista Lusitana, n. 28, p. 16-20, 1930.

VIANA, A. R. Gonçalves. Essai de phonétique et de phonologie de la langue portugaise d'apres de dialecte actuel de Lisbonne. Boletim de Filologia, Lisboa, n. VII, p. 162-243.

WARTBURG, Walter von. Les origines des peuples romans. Paris: P.U.F., 1941.

WILLIAMS, Edwin B. Do latim ao português. Trad. Antônio Houaiss. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1975.

Publicado
27-10-2000
Como Citar
Cunha, V. (2000). A questão da origem da metafonia no português. Scripta, 4(7), 37-43. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/10373
Seção
Artigos