A atuação de mecanismos desencadeadores de processos de gramaticalização

  • Vânia Cristina Casseb Galvão UEP
Palavras-chave: Gramaticalização, Português contemporâneo brasileiro,

Resumo

Este artigo apresenta algumas considerações sobre os principais mecanismos cognitivos desencadeadores de processos de gramaticalização. Mostraremos como se dá a atuação desses mecanismos, a partir da análise de um caso de gramaticalização no Português contemporâneo do Brasil: a mudança desenvolvida pelo item lexical achar, verbo pleno, que, em determinados contextos, assume a função, mais gramatical, de um elemento modalizador epistêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CASTILHO, Ataliba T. de. A gramaticalização. Estudos Lingüísticos e Literários, Salvador: UFBA, n. 19, p. 25-64, março 1997.

CASTILHO, Ataliba T. de & CASTILHO, Célia. Advérbios modalizadores. In: ILARI, Rodolfo (O rg.). Gramática do português falado. Campinas: Editora da U ICAMP, 1996. v. II, p. 213-260.

CASTILHO, Ataliba T. de & PRETI, Di no (Org.). A linguagem falada culta na cidade de São Paulo. São Paulo: T. A. Queiroz Editor/FAPESP, 1987.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico "Nova Fronteira" da língua portuguesa. Rio de Janeiro: N ova Fronteira, 1991.

GALVÃO, Vânia C. Casseb. O achar no português do Brasil: um caso de gramaticalização. Campinas: IEUU ICAMP, 1999. (Dissertação, Mestrado em Lingüística).

HAIMAN, John. The iconicity of grammar: isomorphism and motivation. Language, v. 56, n. 3, p. 515-540, 1980.

HAIMAN , John. Iconicity and economic motivation. Language, v. 59, n. 4, p. 781 -8 19, 1983.

HAIMAN, John (Ed.). lconicity in syntax. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins, 1985.

HEIE, Bernd.; CLAUDI, Ulrike.; H ÜNNEMEYER, Friederike. Grammaticalization: a conceptual framework. Chicago: The University of Chicago Press, 199 1.

HOPPER, Paul, TRAUGOTT, Elizabeth C. Grammaticalization. Cambridge: Cambridge University Press, 1993.

LAKOFF, George; JOHNSON, Mark. Metaphors we live by. Chicago. The University of Chicago Press, 1980.

EVES, Ma ria Helena de Moura. A modalidade. In: KOCH , lngedore. G. Villaça. (Org.). Gramática do português falado. São Paulo. Campinas: FAPESP/Ed. da UNICAMP, 1996. v. 6, p. 163-200.

NEVES, Maria Helena de Moura. A gramática funcional. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

PALMER, F. R. Mood and modality. Cambridge. Cambridge University Press, 1986.

SWEETSER, Eve. From etymology to pragrnatics. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

TAYLOR, John. R. Linguistic categorization: prototypes in linguistic theory. N ova York: Oxford University Press, 1989.

TRAUGOTT, E lizabeth Closs, HEINE, Bernd. (Org.). Approaches to grammaticalization: focus on theoretical and methodological issues. Amsterdam: John Benjamins, 1991. v. I.

VOGT, Carlos; FIGUEIRA, Rosa Attié. Dois verbos achar em português? In: VOGT, Carlos. Linguagem, pragmática e ideologia. 2. ed . São Paulo: Hucitec, 1989. p. 165-21 0.

Publicado
27-10-2000
Como Citar
Galvão, V. C. C. (2000). A atuação de mecanismos desencadeadores de processos de gramaticalização. Scripta, 4(7), 44-59. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/10374
Seção
Artigos