Sertão rosiano: percepção, cognição e afetividade geográfica

  • Livia de Oliveira
Palavras-chave: Sertão rosiano, Percepção, Cognição, Afetividade, Geografia.

Resumo

O sertão rosiano pode ser estudado geograficamente mediante a percepção, a cognição e a afetividade. A percepção será aqui abordada através dos significados atribuídos ao Sertão, tais como: espaço/lugar, próximo/distante, movimento/pausa, intuição/sensação. Enquanto a cognição será tratada do ponto de vista do conhecimento: geografia/história, vereda/água, sertão/ambiância, representação/paisagem. Ao passo que a afetividade será em termos de realidade/imaginabilidade, vivência/existência, amor/ódio, atração/repulsa, beleza/ feiúra. Estas abordagens serão trabalhadas com filtros geográficos: localização, espacialidade,mapeamento, fluxos e outros.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ECO, Humberto. Seis passeios pelos bosques da ficção. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

DARDEL, Eric. L’homme et la terre. Paris: PUF, 1952.

DEL RIO, Vicente; OLIVEIRA, Livia de. (Org.). Percepção ambiental, a experiência brasileira. 2. ed. São Paulo: Studio Nobel, 1999.

GALVÃO, Walnice N. Guimarães Rosa. São Paulo: Publifolha, 2000.

LIMA, Solange T. A percepção geográfica da paisagem das gerais no Grande sertão: veredas. 1990. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, UNESP, Rio Claro.

RELPH, Edward. Place and placelessness. London: Pion, 1976.

SCRIPTA, Belo Horizonte: Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, n. 3, 1998.

ROSA, João Guimarães. Grande sertão: veredas. 4. ed. São Paulo: J. Olympio, 1965.

SANTOS, Milton. Pensando o espaço do homem. São Paulo: Hucitec, 1982.

TUAN, Yi-fu. Topofilia. São Paulo: Difel, 1980.

TUAN, Yi-fu. Espaço e lugar. São Paulo: Difel, 1983.

WANDERLEY, Vernaide; MENEZES, Eugênia. Viagem ao sertão brasileiro. Recife: CEPEFunarpe, 1997.

Publicado
21-03-2002
Como Citar
Oliveira, L. de. (2002). Sertão rosiano: percepção, cognição e afetividade geográfica. Scripta, 5(10), 234-242. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12401