As Primeiras estórias e as Outras estórias: de Guimarães Rosa a Pedro Bial

  • Maria Lúcia Dal Farra
Palavras-chave: Literatura e cinema, Adaptação e recriação, Palavra e imagem

Resumo

Olonga metragem Outras estórias, de Pedro Bial, é uma leituramontagem de cinco dos contos de Primeiras estórias que o escritor mineiro publicou em 1962; todavia, não se trata de transposição de uma obra literária para o cinema, mas, antes, de uma concepção dela enquanto possibilidade cinematográfica. À maneira de Rosa, Bial pesquisa um “dialeto” cinematográfico, uma sintaxe que se corporifica num compósito que inclui cinema, teatro e literatura, onde ficam mobilizados a oralidade e a escrita, a imagem visual e a metáfora, os planos e a montagem, os recortes e os movimentos, os sons, as imagens e os sentidos. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

OUTRAS estórias. Direção Pedro Bial. Intérpretes: Cacá Carvalho, Paulo José, Enrique Diaz, Giulia Gam e outros. Rio de Janeiro: Riofilme, 1999.

ROSA, Guimarães. Primeiras estórias. 3. ed. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1967.

Publicado
21-03-2002
Como Citar
Dal Farra, M. L. (2002). As Primeiras estórias e as Outras estórias: de Guimarães Rosa a Pedro Bial. Scripta, 5(10), 299-306. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12408