Homens provisórios. Corenelismo e jagunçagem em Grande sertão:veredas

  • Sandra Guardini T. Vasconcelos
Palavras-chave: Guimarães Rosa, Sertão, Bandidos e violência, Relações de poder

Resumo

Este estudo visa retomar a questão do coronelismo e jagunçagem em Grande sertão: veredas e discuti-lo, dentro de uma perspectiva histórica, como um agudo ensaio sobre a liquidação do coronelismo durante a Primeira República. O banditismo e a violência atravessam seu enredo e lhe determinam, em grande parte, o movimento e desfecho. No cruzamento entre Literatura e História, Grande sertão: veredas pode contribuir para iluminar, a partir da perspectiva de um participante do mundo da jagunçagem, o modo como se estabeleceram as relações de poder vigentes no sertão brasileiro durante a República Velha, envolvendo fazendeiros, bandos de jagunços e milícias.



Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGUIAR, Flávio. Grande sertão em linha reta. In: DUARTE, Lélia Parreira; ALVES, Maria Theresa Abelha (Org.). Outras margens: estudos da obra de Guimarães Rosa. Belo Horizonte: Autêntica/PUC Minas, 2001. p. 61-76.

ANDRADE, Vera Lúcia. Conceituação de jagunço e jagunçagem em Grande sertão: veredas. Minas Gerais, Belo Horizonte, 28 maio, 1977. Suplemento Literário.

ARINOS, Afonso. Pelo sertão. 5. ed. Rio de Janeiro: Briguiet, 1947.

ARRIGUCCI JR., Davi. O mundo misturado: romance e experiência em Guimarães Rosa. Novos Estudos Cebrap, São Paulo, n. 40, p. 7-29, nov. de 1994.

ARROYO, Leonardo. A cultura popular em Grande sertão: veredas. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1984.

AUDRIN, José M. Os sertanejos que conheci. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1963.

BARROSO, Gustavo. Terra de sol. 5. ed. Rio de Janeiro: São José, [1956].

CANDIDO, Antonio. Jagunços mineiros de Claúdio a Guimarães Rosa. In: CANDIDO, Antonio. Vários escritos. São Paulo: Liv. Duas Cidades, 1970. p. 133-160.

CANDIDO, Antonio. O homem dos avessos. In: CANDIDO, Antonio. Tese e antítese. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1964. p. 119-140.

COUTINHO, Eduardo F. Em busca da terceira margem: ensaios sobre Grande sertão: veredas. Salvador: Fundação Casa de Jorge Amado, 1993.

DERENGOSKI, Paulo Ramos. O desmoronamento do mundo jagunço. Florianópolis: FCC Edições, 1986.

DIAS, Fernando Correia. Aspectos sociológicos de Grande sertão: veredas. In: COUTINHO,Eduardo F. (Org.). Guimarães Rosa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1983. p. 390-407.

FACÓ, Rui. Cangaceiros e fanáticos: gênese e lutas. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1972.

GALVÃO, Walnice Nogueira. As formas do falso: um estudo sobre a ambigüidade em Grande sertão veredas. São Paulo: Perspectiva, 1972.

GERSON, Brasil. Pequena história dos fanáticos do Contestado. Brasília: Ministério da Educação e Cultura, Serviço de Documentação, [19--]. (Cadernos de Cultura)

GUEIROS, Optato. “Lampeão”: memórias de um oficial ex-comandante de forças volantes. 2. ed. São Paulo: Linográfica, 1953.

LIMA, Esperidião de Queiroz. Antiga família do sertão. Rio de Janeiro: Agir, 1946.

LINS, Wilson. O médio São Francisco, uma sociedade de pastores guerreiros. São Paulo: Nacional, 1983.

MORAES, Walfrido. Jagunços e heróis: a civilização do diamante nas Lavras da Bahia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1963.

PROENÇA, M. Cavalcanti. Trilhas no Grande Sertão. In: PROENÇA, M. Cavalcanti. Augusto dos Anjos e outros ensaios. Rio de Janeiro: Grifo, 1976. p. 155-240.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. O coronelismo numa interpretação sociológica. In: FAUSTO, Boris (Org.). História geral da civilização brasileira. 5. ed. Rio de Janeiro: Bertrand, [19--]. v. 1, t. 1, p. 155-190.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. O mandonismo local na vida política brasileira. São Paulo: Instituto de Estudos Brasileiros, 1969.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. Os cangaceiros. São Paulo: Duas Cidades, 1977.

ROSA, João Guimarães. Grande sertão: veredas. 11. ed. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1976.

SOUZA, Maria do Carmo Campello de. O processo político-partidário na Primeira República. In: MOTA, Carlos Guilherme (Org.). Brasil em perspectiva. 11. ed. São Paulo: DIFEL, 1980. p. 162-226.

STARLING, Heloísa. Lembranças do Brasil: teoria política, história e ficção em Grande sertão: veredas. Rio de Janeiro: Revan, 1999.

Publicado
21-03-2002
Como Citar
Vasconcelos, S. G. T. (2002). Homens provisórios. Corenelismo e jagunçagem em Grande sertão:veredas. Scripta, 5(10), 321-333. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12410