Cecília Meireles - a educadora

  • Arnaldo Niskier
Palavras-chave: Cecília Meireles educadora, Modernização do sistema educacional, Educação Nova.

Resumo

Apresentação das principais intervenções da poeta Cecília Meireles no momento educacional brasileiro de sua época, ressaltando sua acalorada defesa da modernização do sistema educacional, da introdução dos postulados da Educação Nova em nossas escolas, onde se incluía a laicização da educação e a adoção de uma metodologia que atendesse o desenvolvimento integral dos estudantes. Suas crônicas apresentavam uma ácida crítica da situação educacional do Estado Novo, com leis que muito prometiam, mas nada realizavam. As posições assumidas por Cecília lhe valeram alguns contratempos no reconhecimento público de suas atividades. O primeiro (1929), quando suas idéias renovadoras foram preteridas no concurso para a cátedra de Literatura da Escola Normal do Distrito Federal e o segundo (1938), ao ser contemplada com o prêmio da Academia Brasileira de Letras, gerando uma grande polêmica no âmbito daquela instituição, culminando com a desistência de Cecília Meireles de proferir o discurso de agradecimento
em nome dos agraciados de todas as categorias. Este trabalho busca destacar as idéias e ideais da Cecília Meireles educadora, atuante, dinâmica e contestadora, signatária do Manifesto dos pioneiros da Educação Nova (1932) ao lado de Anísio Teixeira, Lourenço Filho e Fernando de Azevedo, dentre outros, e que, ao criar o Centro de Cultura Infantil (1934), colocou em prática esses ideais, logo abafados pela intervenção do governo Getúlio Vargas e seu lamentável Estado Novo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

GOUVÊA, Leila V. B. A Capitania Poética de Cecília Meireles. In: Cult: Revista Brasileira de Literatura. São Paulo, ano V, n. 51, p. 41-47, out. 2001.

LOBO, Yolanda Lima. Memória e educação: o espírito vitorioso de Cecília Meireles. In: Revista brasileira de estudos pedagógicos. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, Brasília, v. 77, n. 187, set./dez., p. 525-545, 1966.

MEIRELES, Cecília. Crônicas de Educação. In: Obra em prosa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira: Fundação Biblioteca Nacional, 2001. v. 1 a 5.

MEIRELES, Cecília. Poesia completa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira: 2001. v. 1 e 2.

MEIRELES, Cecília. Verdes reinos encantados. Rio de Janeiro: Salamandra, 1988.

MONTELLO, Josué. A última batalha do Modernismo. In: O Modernismo na Academia: testemunhos e documentos. Coleção Afrânio Peixoto. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 1994. p. 245-251.

MORAES, Juneldo. Cecília Meireles. In: A União. João Pessoa, Dois, p. 13, novembro, 2001.

TELLES, Lygia Fagundes. Cecília Meireles da minha juventude. Ciclo de conferências. Centenário do Nascimento de Cecília Meireles. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 21 de agosto de 2001. (mimeo).

Publicado
20-03-2003
Como Citar
Niskier, A. (2003). Cecília Meireles - a educadora. Scripta, 6(12), 119-133. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12476
Seção
Dossiê Escritores Brasileiros Centenários